ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  30    CAMPO GRANDE 18º

Consumo

Casa Cor MS tem mascote em pelúcia, com renda revertida para hospital.

Por Lado B | 05/08/2014 15:59
Campanha da Bigolin na entrada da mostra. (Foto: Marcos Ermínio)
Campanha da Bigolin na entrada da mostra. (Foto: Marcos Ermínio)

A Bigolin, patrocinadora máster da Casa Cor MS, disponibilizou mil bichinhos de pelúcia que estão à venda por R$ 50,00, como forma de contribuir com o Hospital de Câncer Alfredo Abrão.

Toda a renda adquirida com a venda do cachorrinho da raça beagle, mascote da empresa, será revertida para a entidade. Além do evento, o bichinho pode ser comprado nas lojas de Campo Grande, Dourados e Três Lagoas.

A ideia de participar do projeto Casa Cor de maneira mais significativa surgiu já na primeira edição da mostra de Arquitetura, pela história da Bigolin com o Estado. Já são 32 anos desde a primeira inauguração.

Mas este ano o motivo maior é a possibilidade de colaborar com os pacientes que enfrentam a dura rotina imposta pela doença. “A gente acredita que vai transformar a vida de quem precisa do atendimento que o Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão oferece”, explica o diretor da Rede, Roberto Bigolin.

Já na entrada da mostra, grandes esculturas deixam clara esse intenção com a frase “O Amor Transforma”.
Os organizadores da mostra agradecem: “A empresa acreditou na Mostra como marca, como força e como relacionamento entre todos os segmentos. A sensibilização e unificação em torno do Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão fazem essa Mostra histórica”, diz a diretora comercial da mostra, Luciane Mamoré.

A Casa Cor MS funciona de terça a domingo, a partir das 16h, até o dia 14 de setembro. O Hospital de Câncer de Campo Grande Alfredo Abrão fica na Rua Marechal Cândido Mariano Rondon, 1053.

Este ano, 90% dos produtos usados nos 32 ambientes da Casa Cor estão disponíveis na Bigolin.

Mascote apresentado na inauguração da Mostra.
Mascote apresentado na inauguração da Mostra.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário