A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

31/05/2017 07:19

Filho conta história e mãe estilista cria coleção de roupa inspirada nas bruxas

Patricia produziu roupas para falar sobre o que pensam as mulheres contemporâneas

Thailla Torres
Editorial Bruxas Contemporâneas, fala muito da mulher e das suas forças na cotidiano. (Foto: Marina Pacheco)Editorial "Bruxas Contemporâneas", fala muito da mulher e das suas forças na cotidiano. (Foto: Marina Pacheco)

A inocência do filho de 3 anos de idade fez a artista plástica Patricia Rodrigues criar moda com versatilidade. Sem nenhuma regra nos moldes da alfaiataria ou compromisso com as tendências, ela assina a coleção Bruxas Contemporâneas, que tem como diferencial a sustentabilidade de peças customizadas.

Formada em Artes e mestre em Educação, Patrícia tem 36 anos, 15 deles dedicados à arte. Além de atuar como educadora, na adolescência já buscava trabalhar com moda sustentável e regionalizada. Começou pintando camisetas em Dourados, já fez acessórios e hoje comemora mais uma coleção de peças da marca própria "Boli Boli".

O nome é por conta de um apelido que ganhou dos amigos na juventude e virou característica de algumas roupas que recebem poá na hora da customização. Desta vez, a coleção foi inspirada no lúdico e na imaginação de uma criança, que acabou levando reflexão em assunto de gente grande.

(Foto: Marina Pacheco)(Foto: Marina Pacheco)

Ela lembra que a inspiração na nova fase veio com o filho, Francisco. "Ele é quem me acompanha no ateliê. Um dia me contou que as bruxas são apenas fadas bravas. Depois disso, eu e o pai começamos a fazer alguns desenhos com ele e a refletir sobre quem eram essas fadas no dia de hoje. Não tenho ideia da onde ele tirou isso, mas foi ali que eu comecei a pensar", conta.

Francisco deu todos os detalhes de como eram as bruxas no seu imaginário. Longe das cores fúnebres, no universo do filho elas tinham até sapatos engraçados, o que motivou Patrícia a brincar com as cores e texturas na hora da produção.

"A bruxa é vista apenas como uma personagem má, mas comecei a pesquisar desde o período medieval, onde as bruxas eram mulheres dotadas de um poder de conhecimento da natureza. Lincando isso a nossa realidade, nós mulheres do mundo contemporâneo somos dotadas de muitos poderes, na luta pelos seus direitos e na luta feminista", explica.

Com cores fortes e alegres, a coleção desconstrói a ideia de figurino das bruxas todo preto.Com cores fortes e alegres, a coleção desconstrói a ideia de figurino das bruxas todo preto.
Marina Peralta, cantora, é uma das modelos do editorial. Marina Peralta, cantora, é uma das modelos do editorial.

Para dar destaque a nova coleção, Patrícia produziu um editorial público convidando amigos pelo Facebook. Na parceria, conseguiu apoio fotógrafa, maquiadora, figurinista e amigas que emprestaram acessórios e sapatos.

"A gente se une para fazer esse movimento alternativo pra tentar ganhar dinheiro com produção de roupas artesanais. Mas para lançar um trabalho como é esse, somente na parceria, porque em Campo Grande a gente não encontra público, a gente constrói e convida esse público", afirma.

Para continuar produzindo, com a arte em contato permanente com a família, Patrícia decidiu fazer o ateliê em casa. "Antes eu alugava um espaço para minha produção. Hoje aluguei uma casa, onde consigo produzir e fazer tudo ao lado do meu filho. Ele parece gostar muito do que eu faço e assim a gente vai crescendo junto", diz.

As peças que custam entre R$ 50,00 e R$ 200,00 estão à venda na Brava, que fica na Avenida Calógeras, 3100. E quem quiser acompanhar o lançamento do editorial pode seguir a marca Boli Boli no Facebook.

Coleção está à venda na Avenida Calógeras, 3100. (Foto: Marina Pacheco)Coleção está à venda na Avenida Calógeras, 3100. (Foto: Marina Pacheco)
Patrícia é arte educadora e artista plástica campo-grandense. Patrícia é arte educadora e artista plástica campo-grandense.


imagem transparente

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.