ACOMPANHE-NOS    
MAIO, SEXTA  20    CAMPO GRANDE 12º

Diversão

Aral Moreira, 10 mil habitantes, faz festa após entrada de Fael no BBB

Por Marta Ferreira | 11/01/2012 11:42

Medico veterinário e laçador, rapaz é filho de vereadora e comerciante do pequeno município na fronteira com o Paraguai

Moradores foram às ruas, após veterinário e laçador entrar no BBB, ontem. (Foto: Joelso Gonçalves/Aral Moreira News
Moradores foram às ruas, após veterinário e laçador entrar no BBB, ontem. (Foto: Joelso Gonçalves/Aral Moreira News

De chapéu, botina e fivelão na cintura, o médico veterinário e laçador Rafel Cordeiro, de 25 anos, logo foi definido como o “bicho do mato” da edição 2012 do BBB (Big Brother Brasil), reality show da TV Globo, iniciada ontem. Filho de vereadora e comerciante de Aral Moreira, o rapaz já se transformou no cidadão mais ilustre do momento na pequena cidade, de 10 mil habitantes, localizada na fronteira com o Paraguai e que recentemente virou notícia até fora do País após um confronto envolvendo a disputa por terras reivindicada como indígenas.

Desde ontem, Aral Moreira está no horário nobre por um motivo menos polêmico. A entrada de Rafael- ou Fael como divulgou a produção do BBB usando o apelido de infância do rapaz- fez a cidade comemorar. “Fecharam a rua aqui de casa e desde ontem já perdi a conta de quantos me ligaram para dar parabéns e desejar boa sorte ao Rafael, conta o pai, Odilon Cordeiro, dono de uma loja de material de construção. A mãe de Rafael é a vereadora Silvana Cordeiro, do PPS, que já está no terceiro mandato.

Quando a entrada do médico veterinário se confirmou, uma carreata tomou a rua principal de Aral Moreira, a 7 de setembro. Hoje cedo, mais movimento na loja dos pais de Rafael. “Todo mundo que chega fala dele”.

Foto na página do Facebook de Rafael mostra o sul-mato-grossense treinando para torneios de laço comprido. (Foto: Álbum pessoal)
Foto na página do Facebook de Rafael mostra o sul-mato-grossense treinando para torneios de laço comprido. (Foto: Álbum pessoal)

Odilon conta que o filho foi para o Rio de Janeiro no dia 2 de janeiro, quando uma pessoa da produção do BBB foi até a cidade e informou que ele estava entre os finalistas. Depois que foram anunciados os 12 primeiros participantes, sem o nome de Rafael, a família desacreditou. “Já tínhamos perdido as esperanças”, conta o pai.

Ontem, veio a surpresa. Ao anunciar mais 4 participantes, o apresentador Pedro Bial falou por último o nome de Fael, o tal bicho do mato.

Sistema bruto-O pai ri dessa definição, embora admita um certo jeito bruto de ser do filho. “Ele não é bicho do mato. Ele é um técnico agrícola, um médico veterinário”.

Nascido em Aral Moreira, Rafael se formou técnico agrícola em Adamantina, interior de São Paulo, e depois em Medicina Veterinária, em Dourados.

Depois, voltou para a cidade onde nasceu, onde atua em fazendas e é um dos organizadores dos rodeios que a cidade faz e responsável por cuidar dos animais nas festas agropecuárias. “É um rapaz muito inteligente. É de poucas palavras, mas quando fala, fala com convicção”, testemunha o presidente do Sindicato Rural de Aral Moreira, Osvin Mittanck.

O perfil de Rafel no Facebook revela um apaixonado por um esporte ligado ao campo que é mania no Estado, o laço comprido. Ele faz parte de um clube em Aral Moreira e corre o estado disputando a modalidade, como mostram as fotos.

No primeiro dia, o preparo de atleta do laço comprido não ajudou Rafael na disputa da primeira prova de resistência no BBB. Ele foi o sexto a deixar a prova que confinou num carro os participantes, às 3h55. Dessa forma, a menos que seja o líder da semana, corre o risco de ser eliminado.

A torcida para ficar vai ser forte, garante o pai. “Vamos fazer campanha, sim, nas votações”.

Nos siga no Google Notícias