ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  22    CAMPO GRANDE 23º

Diversão

Carnaval das escolas pode ir para 14 de Julho e matinê para a Cidade do Natal

Por Paula Maciulevicius | 30/11/2013 07:31
O desfile das escolas de Campo Grande volta e meia gera polêmica. Há 2 anos, houve resistência por parte de fieis em ser na Praça do Papa.
O desfile das escolas de Campo Grande volta e meia gera polêmica. Há 2 anos, houve resistência por parte de fieis em ser na Praça do Papa.

As novidades para o Carnaval 2014 de Campo Grande estão nos locais onde os pés vão sambar. A Fundac (Fundação Municipal de Cultura) levantou a possibilidade de ouvir a população em uma consulta. Realizado na Praça do Papa desde 2012, a apresentação dos sambas enredos da escolas podem voltar para a rua 14 de Julho.

“Estamos fazendo um levantamento, muita gente quer que volte para a 14 e a população pode ajudar a definir o melhor local”, afirmou o diretor-presidente da Fundação, Julio Cabral, ao Lado B.

A prefeitura cogita também transferir a matinê do Carnaval de rua, da avenida Fernando Corrêa da Costa, para a Cidade do Natal. Um dos primeiros usos garantidos do espaço pós Papai Noel. A afirmação de Cabral foi de que o Carnaval usaria parte da Cidade para destinação da festa para o público infantil.

O desfile das escolas de Campo Grande volta e meia gera polêmica. O samba desfilou na 14 pela última vez em 2006. De 2007 a 2010, as escolas foram transferidas para a Via Morena. Já em 2011, a proibição da realização de eventos na região levou os carnavalescos para a Praça do Papa. À época, o assunto gerou revolta de fieis pelo fato do lugar ser uma homenagem ao Papa João Paulo II.

A data de lançamento do Carnaval ainda não está definida. Na próxima semana, a Fundac e Lienca sentam para fechar os dias.
A data de lançamento do Carnaval ainda não está definida. Na próxima semana, a Fundac e Lienca sentam para fechar os dias.

Para o presidente da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande), Eduardo Souza Neto, a Praça do Papa é mais do que apropriada. “Nós saímos da 14 de Julho porque havia reclamação dos comerciantes”, recorda.

Em contraponto, ele argumenta que para a população, a localização central seria excelente. No entanto, quem precisa definir é quem arca com os detalhes técnicos. Eduardo explica que os carros alegóricos, por exemplo, são montados na Praça com dias de antecedência, o que na 14 é impossível.

Compondo o grupo especial estão as escolas: Vila Carvalho, Deixa Falar, Unidos do Cruzeiro, Catedráticos do Samba, Unidos do Aero Rancho e Igrejinha. As do grupo de acesso são: Estação de Primeira, Cinderela Tradição do José Abrão e Unidos do São Francisco.

A data de lançamento do Carnaval ainda não está definida. Na próxima semana, a Fundac e Lienca sentam para fechar o dia da escolha do rei momo e também as datas de desfile.

Neste ano, por conta da chuva, as escolas transferiram a apresentação para terça-feira. Fato que, se depender do presidente da Liga, pode se repetir, devido a um público maior que foi às ruas. Quem estava viajando, conseguiu voltar a tempo de ver o Carnaval passar.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário