A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

03/02/2018 07:15

Carnaval é lançado oficialmente com apresentação de sambas-enredo e desfile

A chave da festa mais popular do Brasil foi entregue ao Rei Momo e abriu alas para as escolas de samba de Campo Grande

Thaís Pimenta
Rei Momo, Rainha e Princesa comemorando a abertura oficial do Carnaval 2018. (Foto: Paulo Francis)Rei Momo, Rainha e Princesa comemorando a abertura oficial do Carnaval 2018. (Foto: Paulo Francis)

Às 21h50 desta sexta-feira (02), foi lançado oficialmente o Carnaval 2018 de Campo Grande, quando o rei Momo José Tadeu recebeu as chaves da festa. O evento aconteceu no clube Estoril e teve desfile de fantasias premiadas, apresentação dos samba-enredos dos grupos de acesso e especial e coroação da realeza da Corte de Momo.

A animação dos sambistas não deixou ninguém parado. Os presidentes das escolas tinham um sentimento em comum: a ansiedade! "Nesse momento aqui cai a ficha de que está chegando a hora do desfile. No fim a gente sabe que vai dar certo mas é que dedicamos muito tempo pra que tudo saia bem", comenta o presidente da Escola de Samba Unidos do Aero Rancho,  Alberto Carioca.

Mesmo com o nervosismo, a alegria ao cantar em público pela primeira vez o samba-enredo, junto aos batuques da bateria da escola, era imensurável. O tema universal escolhido para ser mote das músicas foi "O Sonho não pode acabar, Mato Grosso do Sul 40 Anos – Carnaval da Capital".  Cada escola trabalhou com a temática à sua maneira. 

Tim da Vila foi escolhido como compositor de quatro escolas. No segundo grupo, a  Escola de Samba Unidos do Aero Rancho, o Grêmio Recreativo Escola De Samba Império Do Cruzeiro e a Escola de Samba Cinderela Tradição do José Abrão creditaram seus samba- enredos a Tim. Além da Catedrátricos do Samba do grupo especial. O músico também será interprete da última campeã, Vila Carvalho, na avenida.

"O carnavalesco define o rumo que a composição deve tomar. Por exemplo, no caso do Catedráticos é falado sobre Aquidauana, na Vila Carvalho é sobre lendas e mistérios de Mato Grosso do Sul", explica ele.

Tim da Vila compôs samba-enredos pra várias escolas (Foto: Paulo Francis)Tim da Vila compôs samba-enredos pra várias escolas (Foto: Paulo Francis)

Para o compositor da Igrejinha, Thompson Rosas, o processo de criação do samba-enredo da escola contou com muita pesquisa. "A gente tem que encaixar tudo, a música, a fantasia, o tema do Carnaval. Eu estudei muito sobre a escola mas meu processo de composição acaba tendo influência da observação de uma vida inteira, pois sempre gostei de ver meu pai, que também é sambista, escrevendo as letras", comenta.

A criatividade do samba-enredo da Deixa Falar chamou atenção: eles escolheram homenagear Mato Grosso do Sul por meio do trabalho do fotógrafo Roberto Higa. "Ele carrega a história do Estado em suas fotos. Eu sou da época dele e, quando contamos nosso enredo a ele, foi emocionante, tanto pra mim quanto para o Roberto", se emociona ao lembrar o presidente da escola, Salvador Deodoro.

A festa de lançamento do carnaval intercalava as apresentações dos samba-enredos com o desfile das fantasias. De acordo com a assessoria de comunicação da Lienca (Liga das Entidades Carnavalescas de Campo Grande/MS), os criadores das fantasias contaram com uma ajuda de custo para apresentarem suas criações. Duas categorias foram apresentadas: luxo e originalidade, sendo que nelas havia a divisão por masculino e feminino.

Do sertão, aos imperadores, dos indígenas africanos aos elementos da natureza, cada roupa representava com exímio cuidado todo o trabalho antecipado dos estilistas.

Bateria da Igrejinha. (Foto: Paulo Francis)Bateria da Igrejinha. (Foto: Paulo Francis)

O desfile das escolas de samba acontece na Avenida Alfredo Scaf, na Praça do Papa, tendo o primeiro desfile do Grupo de Acesso na segunda-feira (12) e o segundo, do Grupo Especial na terça-feira de Carnaval, com previsão de início para às 19h. A ordem das apresentações ainda não foi divulgada.

Na quinta-feira (15) acontece a apuração dos votos, na Praça do Rádio Clube, das 16h às 23h e a premiação das escolas vencedoras acontece no dia 16, com festa na Praça do Rádio. 

 


Confira os nomes e compositores dos samba-enredos lançados:

Escola Mirim Os Herdeiros Do Samba - “Nas Águas Mergulhei, Nas Águas Me Lavei, Nas Águas Me Criei, Das Águas Me Alimentei, Mato Grosso Do Sul Admirei.”
Compositor: Mathias Barbosa
Intérpretes: Paulo Henrique e Pedro Antônio

Gres. Unidos Do Bairro Cruzeiro - “Raízes, Mato Grosso do Sul é Pantanal”
Compositor: Tim da Vila
Intérpretes: Serginho de Prima e Dyovana Guedes

Gres. Cinderela Tradição do José Abrão - “Nas Asas Do Beija Flor, Um Berço De Cultura Se Transformou. Mato Grosso Do Sul 40 Anos De Farturas Culturais.”
Compositor: Beto Melodia
Intérpretes: Juninho Canhoto e Tim da Vila

Gres. Unidos Do Aero Rancho - “Tá Vendo Este Estado Moço? Nós Ajudamos a Construir”.
Compositor: Tim da Vila
Intérpretes: Tim da Vila, Dedeca, Alencar, Nego, Elton e Marquinho

Gres. Igrejinha - “40 Anos De Criação Do Estado De Mato Grosso Do Sul. Em Terras Pantaneiras, Tem Samba Sim Senhor”.
Compositor: Thompson Rosas
Intérpretes: Antônio Mussum, Marcão e Thompson

Gres. Unidos Da Vila Carvalho - “Lendas Do Mato Grosso Do Sul”
Compositores: Christian, Paulo e Tim da Vila

Gres. Deixa Falar - “Cio da Terra – Sob As Lentes de Roberto Higa, 40 Anos de Mato Grosso Do Sul”
Compositores: César Ugi, Marquinhos do Banjo, Gugu das Candongas, Regis Linhares

Os Catedráticos do Samba - “Com As Mãos E A Garra De Um Povo Sonhador, Surge Um Novo Estado. 40 Anos De Mato Grosso Do Sul – Aquidauana: Aqui Começa O Pantanal”.

Compositores: Tim da Vila

Gres. Unidos do São Francisco - “Comitiva Pantaneira”
Compositores: Carlinhos e Kaíca


Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.