A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 27 de Fevereiro de 2017

01/05/2013 07:01

Festival América do Sul começa hoje em Corumbá; confira as atrações

Elverson Cardozo
Festival começa amanhã e termina no domingo. (Foto: Arquivo/João Garrigó)Festival começa amanhã e termina no domingo. (Foto: Arquivo/João Garrigó)

Começa nesta quarta-feira (1) a 10ª edição do FAS (Festival América do Sul) em Corumbá, município distante 419 quilômetros de Campo Grande. Este ano a homenagem será ao Rio Paraguai, suas histórias e personagens. A festa, considerada a maior de cultura latina do continente, segue até domingo (5).

Na lista de atrações há dança, teatro, artes plásticas, cinema, literatura e shows com artistas regionais e de renome nacional, como Ana Carolina, os grupos Cidade Negra, Bando do Velho Jack e os sambistas brasileiros Neguinho da Beija-Flor, Noca da Portela e Adilson Bispo.

A cerimônia de abertura será às 19h, no palco das Américas, onde haverá entrega de homenagens e uma queima de fogos. O primeiro show do festival será de um dos homenageados, o sanfoneiro oficial da Festa do Divino de Albuquerque, Wilson de Albuquerque, que mora na Cidade Branca há 37 anos.

Na mesma noite sobe ao palco o músico e compositor Geraldo Espíndola. A última atração musical  será às 22h, com show “Bambas dos Samba”, com três sambistas brasileiros.

Antes, às 20h, será aberta a feira dos países, na Praça Generoso Ponce. A mostra inclui artesanatos da Bolívia, Paraguai, Chile, Peru, Colômbia, Venezuela, Equador, Uruguai e Argentina.

No Centro de Convenções do Pantanal de Corumbá Miguel López, será aberta duas exposições. A primeira – “Entripóvus” – sobre a dinâmica dos povos latino-americanos e a segunda - ''Oratórios: A espiritualidade na América Latina'' – sobre ícones representativos nas inspirações dessa cultura.

Registros do fotógrafo jornalista sul-mato-grossense Marco Miatelo também estarão expostos. Ele selecionou fotos que retratam hábitos, costumes paisagens e as belezas naturais de cinco países sul-americanos.

A literatura aparece no segundo dia, com sarau e lançamento de livros. O cinema também da às caras, com uma mostra curtas, longas e documentários. A noite começa come teatro de rua e termina com shows musicais, do Bando do Velho Jack, Abuela Coca e Cidade Negra.

As reuniões, os bate-papos e as oficinas começam no dia 3. O cinema reaparece com algumas mostras de países vizinhos. Também é o dia do circo e da dança. No Palco das Américas, à noite, a partir das 20h, começam o show. Jerry Espíndola abre a festa. Na sequência se apresentam Jorge Drexler, Grupo Sampri e Jorge Aragão.

No sábado (4), penúltimo dia, a partir das 20h, o violonista Marcelo Fernandes se apresenta, seguido do grupo Violetango – banda argentina formada em 2004 – e do musico e instrumentista Davi Moraes, que se apresentou na primeira edição do Rock in Rio. Ana Carolina fecha a noite.

No último dia o destaque vai para o mágico Rick Thiabu, que levará à Praça Generoso Ponce a “Tenda das Adivinhações”, às 19h. Trata-se de um espetáculo inédito de mentalismo, com efeitos impactantes, leituras de pensamentos e previsões interativas.

Antes dele, às 18h, a Companhia Juvenil Moinho Cultural se apresenta no Palco Pantanal. O grupo é formado por 360 crianças e adolescentes dos municípios de Corumbá, Ladário e das cidades bolivianas de Puerto Suarez e Puerto Quijarro. O espetáculo, batizado de “O lado de dentro”, vai homenagear o compositor e músico Geraldo Espíndola.

O último show do festival será do “Bloco Brasil”, grupo que tem em seu repertório ritmos brasileiros e internacionais e usa, em suas apresentações, instrumentos tradicionais de escolas de samba.

Para consultar a programação completa e ter acesso a outras informações do festival, clique aqui.

Assista ao vídeo de divulgação:




imagem transparente
Busca

Compartilhe

Classificados


Copyright © 2017 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.