A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

03/07/2018 08:28

Grupo de dança árabe traz show de bailarina conhecida como "joia da Tunísia"

Destaque internacional, Esmeralda Colabone desembarca pela primeira vez em Campo Grande

Thailla Torres
Esmeralda fará show no sábado e whorkshop de dança árabe no domingo. (Foto: Divulgação)Esmeralda fará show no sábado e whorkshop de dança árabe no domingo. (Foto: Divulgação)

Show exclusivo e whorkshop de dança árabe com uma das bailarinas mais conhecidas do mundo está na programação do fim de semana. O evento faz parte das festividades do Grupo Litani que neste ano completa 12 anos em Campo Grande. E para aproximar o campo-grandense da cultura, a convidada especial é Esmeralda Colabone, conhecida nos palcos como "joia da Tunísia" pela forma como é capaz de encantar dançando.

"Somos valorizador da cultura árabe e de vez em quando a gente traz artistas para dividir essa admiração conosco. Sem dúvidas, ela é uma inspiração e uma das bailarinas mais carismáticas que a gente já viu. Quando dança tem uma energia e é encantadora", explica a diretora do grupo, a empresária Bianca Garutti que desenvolve o trabalho junto com a presidente Paula Gobbo.

Ela explica que o grupo escolheu Esmeralda para que outras alunas ou pessoas que tenham interesse na dança árabe tenham a oportunidade de ver a dança com um novo olhar. "Por isso vamos ter duas aulas no domingo, de manhã e a tarde", diz.

No dia 7, sábado, Esmeralda chega da Itália direto para um show aqui. Os ingressos estão à venda por R$ 30,00 e R$ 40,00, primeiro e segundo lote respectivamente.

No domingo é a vez de aprender as técnicas de quadril da bailarina. O curso custa R$ 290,00 e as inscrições são limitadas.

Esmeralda já se apresentou em palcos de diversos países como Emirados Árabes, Omã, Qatar, Síria, Marrocos, Argélia, Tunisia, Holanda, Suécia, Chile e Argentina. Neste semestre sua agenda já está fechada com shows e cursos na Itália, Canadá, Taiwan, Rússia, Dinamarca e Portugal. Já foi premiada nos festivais Maison de L'Artiste do Libano e BellyDance Brasil de 2002 a 2014.

Sua referências estão ballet clássico, jazz e dança contemporânea, mas escolheu a dança árabe como carreira aos 16 anos. Já foi considerada uma das melhores bailarinas árabes de sua geração pelo quadril preciso e expressão teatral nos palcos, principalmente, resgatando a cultura árabe para ser fiel à dança.

Outras informações pela página do evento no Facebook.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.