A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Novembro de 2019

14/10/2019 12:30

Cobertura BGS 2019: Os games independentes marcam presença

Felipe Bittencourt Buss
34 estúdios estão divididos nos dois lados da Avenida, apresentando o que há de mais novo. 34 estúdios estão divididos nos dois lados da Avenida, apresentando o que há de mais novo.

A BGS 2019 nos brinda mais uma vez com a “Avenida Indie”, um espaço do evento dedicado apenas aos desenvolvedores independentes. Nada menos que 34 estúdios estão divididos nos dois lados da Avenida, apresentando o que há de mais novo.

Durante o percurso nos deparamos com o jogo “The Game Creacult”, que visa a interação por meio de um desafio de perguntas e respostas, inserido em um ambiente maior. O game por assinatura, disponível na PlayStore, premia o jogador em forma de cartões de empresas conhecidas. Busca a diversão em forma de quiz.

Ao prosseguirmos nosso caminho pela avenida podemos verificar o sucesso que o título “Gravity Heroes” estava tendo. A ideia do jogo é uma experiência cooperativa e competitiva feita toda em pixelart e que, em cada batalha, o jogador possa usar a gravidade a seu favor. O jogo tem previsão de lançamento para o primeiro semestre de 2020 e estará disponível para PC, Xbox One e PS4.

Games em realidade virtual também se fazem presentes.Games em realidade virtual também se fazem presentes.

Seguindo na estética 2D, muito popular entre os desenvolvedores indie presentes ao evento, está o game “Myridian the Last Stand”, disponível para celulares, que foca em uma história original. De inovador se vê a necessidade do boss do jogo ser batido de forma comunitária, visando integrar os jogadores a um objetivo único. Em um desfecho positivo ou negativo da missão, os cenários serão diferentes.

Games em realidade virtual também se fazem presentes no nosso logradouro de desenvolvedores. O jogo Planeteer, feito exclusivamente para PC, combina elementos de crafting, ondas de inimigos e uma temática de comédia. Sua previsão de lançamento é para o segundo semestre de 2020.

O incentivo ao cenário gamer nacional, na mais importante feira de jogos eletrônicos da América Latina, é algo que deve ser enaltecido por todos. É a chance de desenvolvedores brasileiros se afirmarem e de que suas produções possam vingar e ganhar o reconhecimento merecido. Vida longa à Avenida Indie.

Para saber um pouco mais sobre os jogos nacionais, convidamos a conhecer a Revista VGDB, lançada em parceria com a Warpzone, e que traz uma reportagem especial voltada à história dos games brasileiros.

Conheça o Video Game Data Base, o museu virtual brasileiro dos videogames.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.