ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, DOMINGO  17    CAMPO GRANDE 22º

Sabor

Com versão de paçoca, irmãs não têm limite em recheios de donuts

Portinha na rua Amazonas é o novo negócio das irmãs, que desejam ver todo mundo enlouquecido com doce favorito do Homer Simpson

Por Thailla Torres | 29/12/2020 06:45
Natalia e Janaina resolveram empreender na pandemia e surpreender com donuts artesanais (Foto: Paulo Francis)
Natalia e Janaina resolveram empreender na pandemia e surpreender com donuts artesanais (Foto: Paulo Francis)

Você também aprecia o doce favorito de Homer Simpson? A “rosquinha” de origem norte-americana por aqui tem feito sucesso. Diversas casas na cidade já investem na receita, mas o que chama atenção é que brasileiro não tem limite quando assunto é recheio, muito menos as irmãs Natalia e Janaina que querem ver o povo enlouquecidos com as invenções de sabores.

As opções vão da versão tradicional, glaceada com açúcar, até em sabores incomuns, como Nutella, coco e paçoca (quando o cliente pede). Os considerados clássicos, são aqueles que mantém o formato de rosca e levam somente cobertura. Já os chamados recheados não economizam nos sabores. Só no estabelecimento das irmãs tem 21 opções, e o cliente ainda pode escolher o recheio que quiser, o que faz surgir "misturebas" inimagináveis.

Opção recheada de Nutella com morango (Foto: Paulo Francis)
Opção recheada de Nutella com morango (Foto: Paulo Francis)
Versão de churros (Foto: Paulo Francis)
Versão de churros (Foto: Paulo Francis)

O empreendimento é sonho das irmãs Natalia e Janaina Souza Espindola, de 26 e 32 anos, que em plena pandemia quiseram ter um negócio diferente na cidade. Com a enxurrada de casa de bolos por todos os cantos, elas queriam algo que ainda não tem em todo bairro, por isso, escolheram os donuts artesanais.

“Nos Estados Unidos esse é um doce de consumo diário, aqui ainda não é todo mundo que come. Mas eles são saborosos demais pra isso não acontecer. E hoje conseguimos chegar ao padrão da receita original”, garante Natalia.

Como doce tem uma massa com “vida curta”, as irmãs vão para cozinha diariamente e servem a receita no delivery ou na loja localizada na Rua Amazonas. Em breve, elas vão dar uma guinada no negócio produzindo donuts para destas. “A ideia é montar uma ilha para que seja finalizado durante a festa e os recheios e cobertura serem feitas de acordo com a escolha do convidado.

Entre os sabores mais recheados tem brigadeiro, chocolate com morango, beijinho, churros, paçoca e Kit-Kat. Os doces custam entre R$ 6,90 a R$ 10,90 cada.

Caixa com vários donuts recheados (Foto: Paulo Francis)
Caixa com vários donuts recheados (Foto: Paulo Francis)

Para quem quiser comer de diferentes sabores, elas ainda oferecem o “bubble cup”, que são mini donuts de 4 cm com cobertura variada finalizado em copo de 440 ml. O copo traz 7 donuts. É opção, segundo as irmãs, até para presentear.

A loja também é decorada de jeito charmoso e com imagens de Homer, personagem marcado pela comilança de donuts na televisão.

Quem quiser conhecer o espaço, a doceria Rei do Donuts fica na Rua Amazonas, 195 – São Francisco.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Versão finalizada com castanha (Foto: Paulo Francis)
Versão finalizada com castanha (Foto: Paulo Francis)
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário