ACOMPANHE-NOS    
JULHO, QUINTA  29    CAMPO GRANDE 15º

Sabor

Covid adiou casamento de Jéssica, menos a paixão pelo ovo de pudim

Campo-grandense aproveitou modinha em mais um ano e apostou nas vendas do ovo de pudim – você já provou?

Por Thailla Torres | 17/03/2021 06:33
Ovo de Páscoa com um pudim inteiro por cima é uma bomba calórica "dos deuses" (Foto: Arquivo Pessoal)
Ovo de Páscoa com um pudim inteiro por cima é uma bomba calórica "dos deuses" (Foto: Arquivo Pessoal)

A mistura de chocolate com pudim não é novidade na Páscoa. Em 2019 a receita bombou na internet e fez muito campo-grandense investir na combinação para ganhar uma grana extra nesse período do ano. Em 2021 ele parece ter voltado, e a confeiteira Jéssica Nayara Silva do Nascimento, 29 anos, investiu na receita com vontade.

Nos últimos dias ela já tem feito encomendas do ovo de Páscoa que além de recheio recebe um pudim inteiro por cima. Entregue geladinho, é quase impossível não sentir água na boca, principalmente quem é maluco pela receita que é a cara da sobremesa de fim de semana em família.

Jéssica é arquiteta e montou sua empresa ao lado do noivo advogado, Eder Moraes, de 36 anos. Os dois estavam com casamento marcado para 2020, mas viram os planos serem surrados pelo triste avanço da pandemia. Mas isso não surrou a paixão dela pela produção de doces e muito menos pelo ovo de pudim.

“Por isso resolvi investir nele como carro-chefe nesta Páscoa”, conta.

Jéssica produz desde pão de mel até bolos e ovos de Páscoa em sua própria cozinha (Foto: Kísie Ainoã)
Jéssica produz desde pão de mel até bolos e ovos de Páscoa em sua própria cozinha (Foto: Kísie Ainoã)

Os doces não são a única fonte de renda da família, mas foram especiais em meio à pandemia. “Quando tudo começou eu tinha uma lojinha em um food park, mas acabei fechando. Achei que não daria mais certo a venda de doces, mas com as pessoas em isolamento a vontade de comer um docinho aumentou e eu não parei a produção”, conta.

Foi assim que ela deu uma guinada nas receitas e foi além do tradicional pão de mel. “Passei a fazer mais bolos, doces diferentes e até mesmo kits com bolo e docinhos para pequenos aniversários dentro de casa”.

Na esteira do consumo em isolamento, ela também não desperdiça nenhuma data comemorativa. “Sempre procuro fazer doces para datas e especiais. Como a Páscoa é um momento muito importante, eu não abro mão dos ovos, nem na pandemia”, diz.

Conforme diz Jéssica, bolo de cenoura também é outra sobremesa super encomendada pela clientela (Foto: Kísie Ainoã)
Conforme diz Jéssica, bolo de cenoura também é outra sobremesa super encomendada pela clientela (Foto: Kísie Ainoã)

Na casa em que vive no bairro Morada do Sossego ela tem a cozinha como ambiente de fabricação dos doces. Conta com ajuda da mãe no preparo e do marido nas entregas. “É algo feito em família e com muito amor. Espero depois de toda essa pandemia abrir novamente o meu espaço. Por enquanto adoço a vida das pessoas em casa”, avisa.

Encomendas podem ser feitas via perfil no Instagram.

Curta o Lado B no Facebook e no Instagram. Tem uma pauta bacana para sugerir? Mande pelas redes sociais, e-mail: ladob@news.com.br ou no Direto das Ruas através do WhatsApp do Campo Grande News (67) 99669-9563.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário