A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

21/07/2018 08:45

Para combinar frio com vinho, listamos rótulos com bons preços nos supermercados

O Lado B se encarregou de listar lugares com preços acessíveis e com variedade de sabores.

Willian Leite
Dicas de como consumir e comprar vinhos com custo benefício. (Foto: Divulgação internet)Dicas de como consumir e comprar vinhos com custo benefício. (Foto: Divulgação internet)

O fim de semana começou com mínima de 11 graus neste sábado (22), e para aproveitar os poucos momentos de inverno por aqui, o Lado B se adiantou e saiu em busca de vinho bom e barato em Campo Grande.

Pesquisamos valores em quatro dos maiores supermercados da Capital e descobrimos rótulos recomendados até por especialistas a partir de R$ 14,29, preço no Carrefour do vinho brasileiro Charlize, com sabor tinto de mesa e seco. Se dinheiro não é problema, por R$ 78,99 dá para levar um Santa Cristina, italiano, tinto fino seco, de sabor intenso, com notas de frutas vermelhas frescas e toque floral. 

Pelos supermercados, há vinhos brasileiros, italianos, chilenos, franceses e até australianos. Ainda no Carrefour, há um Trivento argentino, Cabernet Sauvignon, custa R$ 48,90,  e por R$ 50,99 um malbec argentino, com gosto mais severo de cor escura e bem aromático, da Bodega Norton-Colección.  

Se você gosta de um bom vinho, está acabando o frio e ainda dá tempo de aproveitar. (Foto: Divulgação Internet) Se você gosta de um bom vinho, está acabando o frio e ainda dá tempo de aproveitar. (Foto: Divulgação Internet)
Cabernet Sovignon, branco, tinto, seco,tem para todos os gostos. (Foto: Foto: Divulgação Internet)Cabernet Sovignon, branco, tinto, seco,tem para todos os gostos. (Foto: Foto: Divulgação Internet)

Na adega do Comper, o Saint German, Cabernet Franc Sauvignon, vinho tinto leve, é produto produzido no Rio Grande do Sul e custa só R$ 19,90. A R$ 21,90, a opção é da Estâncias Antigas, um chardonnay feito com uma das uvas mais populares do mundo, branco meio seco. Outra alternativa é Heroes Sauvignon Blanc da safra 2017 da marca Santa Rita é vinho chileno a R$ 23,90.

No Extra não há uma adega e os vinhos não ficam em local específico, nas prateleiras eles dividem espaço com outras bebidas mas, é possível encontrar também várias opções. O mais em conta custa R$ 32,90 da Aldeia Leal, um vinho branco suave. 

O Chilensis-selección especial-carmenére, do Chile, sai por 39,90 no mesmo supermercado. Já outro um ano mais velho, de 2016, o argentino Terrontes, branco fino e seco, sai a R$ 34,90. Por lá encontramos também outro chileno da mesma safra, um rosé cabernet sauvignon, a R$ 43,90.

Para finalizar nossa lista, desembarcamos no Pão de Açúcar, onde os preços permanecem na média. De Portugal, o Montado é um tinto red rouge encontrado à R$ 39,90. Da Casa do Valle um dry white wine - branco seco, é vendido à R$ 49,90. Um pouco mais barato, por R$ 46,90 tem o australiano MC Gui gan, black Label red é uma opção diferente, sabor de ameixa preta.

Uvas fazem toda a diferença no sabor do vinho. (Foto: divulgação Internet)Uvas fazem toda a diferença no sabor do vinho. (Foto: divulgação Internet)

Se você conhece pouco ou nada de vinhos, o sommelier Luiz Antônio da Silva Zeferino ajuda a escolher nas prateleiras um bom vinho. Luiz que se especializou em Portugal, trabalhou nove anos em cidades da Europa.

"Em primeiro lugar é importante prestar atenção no produtor e saber de qual uva o vinho é produzido. Outra dica é a qualidade do rótulo, se estiver tudo certinho dá para investir", explica.

Luiz orienta para que as pessoas se atentem ao ano, principalmente, se não tiverem o hábito de consumir. "Geralmente é legal consumir um vinho de entrada, ou seja, que não passa por barrica, uma espécie de fermentação com mais duração, que deixa o gosto bem azedo. Deixa isso para quem tem o paladar mais aguçado. Marinheiros de primeira viagem podem ficar nos mais novos da safra 2017", especifica.

Ele explica que é importante após a compra ao chegar em casa saber armazenar antes de abrir a garrafa. "Pode colocar no congelador de 15 a 16 graus, de 10 à 15 minutos. Se abriu e não tomou tudo, volta a rolha e coloca na porta da geladeira na parte de baixo e é legal consumir em no máximo dois dias", finaliza.

Curta o Lado B no Facebook e Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.