A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 17 de Agosto de 2018

29/07/2018 07:40

Sr. Barão é bar charmoso no Centro com design industrial e risoto no cardápio

Com estilo industrial e upcycling, bar investe em música ao vivo ara atrair jovens

Thaís Pimenta
Tubos de encanamento se tornaram luminárias nas paredes, que também foram decoradas com grafittis de Guto Naveira. (Foto: Thaís Pimenta)Tubos de encanamento se tornaram luminárias nas paredes, que também foram decoradas com grafittis de Guto Naveira. (Foto: Thaís Pimenta)

Na rua Barão do Rio Branco, o Delícias do Cerrado fechou suas portas para dar lugar a um novo bar bem charmoso, o Sr. Barão Botequim. No ponto, o estilo industrial se mistura com o upcycling e o urbano, com luminárias feitas de tubulação aparente, grafittis, tambores de tinta pixados que se tornaram belas mesas, aros de bicicleta foram parar no teto, como lustres, e as antigas mesas da sorveteria pintadas de preto para combinar mais com o clima de barzinho. 

O cardápio recheado de opções de petiscos conta com porções de carne agridoce e tem uma parte destinada só aos risotos. Chops e drinks elaborados especialmente pelo Sr. Barão completam as opções do lugar.

Os amigos Luciana Nantes, de 40 anos, dona do ponto em que era a sorveteria, e Rodrigo Martins, de 39 anos, formam a sociedade do Sr. Barão, que abriu suas portas na última sexta-feira, dia 20 de julho. Rodrigo faz parte do motoclube Motors Vivos, do qual o esposo de Luciana, apelidado de Kinho pelo grupo de motociclistas,  também participa. A amizade entre os três deu origem ao barzinho. 

Sofás foram montados pelos sócios e quase tudo foi reaproveitado por eles. Só a parte de tapeceria foi contratada. (Foto: Thaís Pimenta)Sofás foram montados pelos sócios e quase tudo foi reaproveitado por eles. Só a parte de tapeceria foi contratada. (Foto: Thaís Pimenta)
Entrada: penne pururucado. (Foto: Thaís Pimenta)Entrada: penne pururucado. (Foto: Thaís Pimenta)
Tortinha de limão? Nada disso! Essa daqui tem álcool. (Foto: Thaís Pimenta)Tortinha de limão? Nada disso! Essa daqui tem álcool. (Foto: Thaís Pimenta)

"Eu já estava sentindo necessidade de mudar de ramo, foram mais de 8 anos de Delícias do Cerrado. Mas eu sempre dizia que mesmo se mudasse não abriria mão deste ponto porque acho que tem tudo que é preciso, estacionamento, não temos casas ao redor e estamos bem no centro da cidade", diz Luciana. Rodrigo estava há 12 anos na mesma empresa e quando conversaram sobre suas insatisfações pessoais o timing bateu e depois de cerca de 3 meses o sonho se tornou realidade.

Ela cuida da cozinha e ele ficou responsável pela parte do bar e drinks. Assim que o cliente chega, recebe um couvert de entrada, o Pururuca do Barão, um macarrão penne pururucado, e uma porçãozinha de amendoim. Dessa forma eles atraem as pessoas para o cardápio de gostosuras da casa. 

Com pouco mais de uma semana de existência, os donos dizem que ainda não tem como traçar os prediletos da galera mas eles apostam na Matula do Barão, com 6 unidades de purê de abóbora cabotiã na cestinha com carne seca a R$ 19,00, na porção de 500g da Isca de carne com molho tailandês a R$ 33,00, e na Costelinha suína, que acompanha farofa crocante e geleia de abacaxi com pimenta, a R$ 32,00.

 

Trouxinhas do bar com a soda italiana, drink sem álcool. (Foto: Thaís Pimenta)Trouxinhas do bar com a soda italiana, drink sem álcool. (Foto: Thaís Pimenta)
Balcão foi feito com veneziana que seria descartadas, os bancos com rodas velhas e as luminárias com roldanas.(Foto: Thaís Pimenta)Balcão foi feito com veneziana que seria descartadas, os bancos com rodas velhas e as luminárias com roldanas.(Foto: Thaís Pimenta)

Dos bolinhos, o da casa é feito com carne e bacon moídos juntos, e a porção com 12 unidades custa R$ 14,00. Já os risotos tem 300g, servem uma pessoa, e o cliente pode escolher entre o de carne seca com banana da terra, a R$ 32,00, e o com camarão, a R$ 36,00. Para a sobremesa, uma tortinha de caipirinha é a pedida mais criativa do bar, e custa R$ 12,00 a porção com 4.

Como opção de cerveja, as mais tradicionais como Heinkein e a Devassa, já o chop é pilsen, da Eisenbahn. Nos drinks o Piston Jack e o Vanelopy são os mais diferentes da casa, um é feito com vodks de baunilha e o outro leva Jacks Daniels.

E como um bom barzinho que se preze, o horário do happy hour é reservado para as promoções, que variam entre desconto no chop, nos petiscos e na cerveja Devassa.

Artigos das bicicletas foram parar no teto! Grafitti de Marilena Grolli encanta uma das entradas do bar.(Foto: Thaís Pimenta)Artigos das bicicletas foram parar no teto! Grafitti de Marilena Grolli encanta uma das entradas do bar.(Foto: Thaís Pimenta)

E para completar e dar opção a quem não bebe, Luciana indica a soda italiana, de grenadine, maçã verde ou de curaçau blue. Inclusive nos próximos dias ela pretende promover uma ação social constante com as vendas da soda. ''Todo o valor arrecadado vai ser doado para uma instituição de caridade que cuida de animais de rua''.

O projeto arquitetônico do espaço foi assinado por Lilian Holsback, profissional que deu uma ajuda para os sócios e os incentivou a botar a mão na massa para reformar os artigos. ''Foi muito legal ter essa experiência. A gente pegava muito do que encontrava jogado sem valor e hoje esses descartes tem outra cara. O balcão, por exemplo, foi feito com uma veneziana de janela descartada pelo Rodrigo e e pelo Kinho. As luminárias ali são roldanas e as banquetas são rodas usadas''.

Com música ao vivo às sextas-feiras, o espaço fica aberto todos os dias, das 17h às 00h. O botequim fica na Rua Barão do Rio Branco, 1648. 

Curta o Lado B no Facebook  e no Instagram.



imagem transparente

Classificados


Copyright © 2018 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.