ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, TERÇA  27    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Com nove dias sem chuva, Embrapa emite alerta sobre calorão de 38 graus

Sensação térmica chegou ao nível de muita atenção ontem e alerta continua nesta terça-feira, que já teve máxima de 32ºC

Por Helio de Freitas, de Dourados | 13/11/2018 09:45
Termômetro registra 31 graus às 8h desta terça-feira em Dourados (Foto: Helio de Freitas)
Termômetro registra 31 graus às 8h desta terça-feira em Dourados (Foto: Helio de Freitas)

Após a chuva quebrar recorde em outubro e superar a média nos primeiros dias de novembro, a estiagem já dura nove dias em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A cidade enfrenta uma onda de calor desde ontem, com sensação térmica se aproximando dos 40 graus.

Nesta segunda-feira (13), a Embrapa Agropecuária Oeste emitiu alerta devido à sensação térmica, que chegou aos 38 graus às 13h30. A temperatura máxima real foi de 34,5ºC às 15h27. O alerta da Embrapa continua nesta terça-feira, quando a sensação térmica já atinge os 32 graus e a temperatura real é de 31.

De acordo com a Embrapa, o calor excessivo, além de provocar desconforto térmico, pode afetar o desempenho e o comportamento das pessoas, causando mal-estar, inquietações e perda de concentração.

Também pode causar fadiga, câimbra e esgotamento. O nível de risco à saúde humana é avaliado com base no critério da Noaa's (National Weather Service Office dos Estados Unidos). De 32 a 41 graus o nível é de “muita atenção” e de “perigo” acima dos 41,1ºC.

Nos primeiros quatro dias de novembro choveu 56 milímetros em Dourados. O esperado para o mês inteiro é de 158 mm. Em outubro, assim como ocorreu em setembro, choveu mais que o dobro da média histórica.

Foram 13 dias chuvosos em Dourados, totalizando 306 mm, quase 160 mm a mais que a média histórica de outubro, 147 mm. O dia mais chuvoso foi 8 de outubro, com 86 mm.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário