A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Abril de 2019

13/11/2018 09:45

Com nove dias sem chuva, Embrapa emite alerta sobre calorão de 38 graus

Sensação térmica chegou ao nível de muita atenção ontem e alerta continua nesta terça-feira, que já teve máxima de 32ºC

Helio de Freitas, de Dourados
Termômetro registra 31 graus às 8h desta terça-feira em Dourados (Foto: Helio de Freitas)Termômetro registra 31 graus às 8h desta terça-feira em Dourados (Foto: Helio de Freitas)

Após a chuva quebrar recorde em outubro e superar a média nos primeiros dias de novembro, a estiagem já dura nove dias em Dourados, a 233 km de Campo Grande. A cidade enfrenta uma onda de calor desde ontem, com sensação térmica se aproximando dos 40 graus.

Nesta segunda-feira (13), a Embrapa Agropecuária Oeste emitiu alerta devido à sensação térmica, que chegou aos 38 graus às 13h30. A temperatura máxima real foi de 34,5ºC às 15h27. O alerta da Embrapa continua nesta terça-feira, quando a sensação térmica já atinge os 32 graus e a temperatura real é de 31.

De acordo com a Embrapa, o calor excessivo, além de provocar desconforto térmico, pode afetar o desempenho e o comportamento das pessoas, causando mal-estar, inquietações e perda de concentração.

Também pode causar fadiga, câimbra e esgotamento. O nível de risco à saúde humana é avaliado com base no critério da Noaa's (National Weather Service Office dos Estados Unidos). De 32 a 41 graus o nível é de “muita atenção” e de “perigo” acima dos 41,1ºC.

Nos primeiros quatro dias de novembro choveu 56 milímetros em Dourados. O esperado para o mês inteiro é de 158 mm. Em outubro, assim como ocorreu em setembro, choveu mais que o dobro da média histórica.

Foram 13 dias chuvosos em Dourados, totalizando 306 mm, quase 160 mm a mais que a média histórica de outubro, 147 mm. O dia mais chuvoso foi 8 de outubro, com 86 mm.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions