ACOMPANHE-NOS    
FEVEREIRO, SÁBADO  27    CAMPO GRANDE 23º

Meio Ambiente

Famílias são obrigadas a deixar casas após nível do Rio Miranda subir 5 metros

Nível do rio está em 7,46 metros, quase cinco metros acima do nível indicado como ideal pelas autoridades

Por Ana Oshiro | 26/01/2021 08:57
14 famílias precisaram deixar suas casas após cheia em Rio Miranda (Foto: Divulgação)
14 famílias precisaram deixar suas casas após cheia em Rio Miranda (Foto: Divulgação)

Na manhã desta terça-feira (26) mais três famílias estão sendo resgatadas pela Defesa Civil de Miranda, a 201 km da Capital. Elas foram desabrigadas após a cheia do rio, ao todo já são 7 famílias desalojadas, que estão em casas de amigos ou parentes, e 7 desabrigadas, que estão alojadas em espaço de eventos da cidade.

Desde o último sábado (23) o nível do Rio Miranda não para de subir e, de acordo com o secretário municipal de obras, Amarildo Arguelho, hoje o nível do rio está em 7,46 metros.

Segundo Mauro de Moraes, secretário de assistência social de Miranda, a prefeitura da cidade está auxiliando as famílias que precisaram sair de suas casas, disponibilizando cestas básicas, remédios, gás de cozinha e o que for necessário

De acordo com o boletim diário divulgado nesta terça-feira, pela sala de situação do Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul), o nível do Rio Miranda está co 7,46 metros, quase cinco metros acima do nível considerado ideal, que é de 2,54.

No último domingo (24) o Imasul já havia emitido aviso de emergência sobre o aumento do nível do rio, indicando que a cheia poderia "provocar significativos danos materiais e com risco a integridade humana".

Morador da região de Miranda, deixando sua casa após nível de rio subir (Foto: Divulgação)
Morador da região de Miranda, deixando sua casa após nível de rio subir (Foto: Divulgação)


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário