ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
FEVEREIRO, QUINTA  22    CAMPO GRANDE 22º

Meio Ambiente

Governo lança edital de R$ 3 milhões para projetos de agricultura familiar

O prazo para a submissão de projetos está aberto e encerrará em 16 de fevereiro de 2024

Por Mylena Fraiha | 08/12/2023 14:15
Pesquisadores em horta de agricultura familiar (Foto: Divulgação)
Pesquisadores em horta de agricultura familiar (Foto: Divulgação)

O Governo Estadual, por meio da Fundect (Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado), lançou nesta quinta-feira (7) novo edital que destinará R$ 3 milhões para projetos de extensão tecnológica voltados para Agricultores Familiares, Povos Originários e Comunidades Tradicionais.

Este investimento visa impulsionar o desenvolvimento científico e tecnológico nessas comunidades. O prazo para a submissão de projetos no sistema SIGFUNDECT está aberto e encerrará em 16 de fevereiro de 2024.

Conforme regulamenta o edital, pesquisadores vinculados a ICTs (Instituições Científicas e Tecnológicas) e Universidades localizadas em Mato Grosso do Sul estão aptos a submeter propostas. Cada projeto pode solicitar financiamento de até R$ 80 mil, com um período de execução de até 12 meses.

Os projetos deverão se concentrar em uma das áreas de atuação definidas pela Fundect, abrangendo temas como Agronegócio, Bioeconomia, Biotecnologia, Energias Renováveis, Biodiversidade, Saúde Animal, Saúde Humana, Tecnologias Sociais, Agroecologia, Agrofloresta e Agroindústria.

Além disso, é necessário que cada proposta envolva uma das áreas temáticas de extensão, que incluem Comunicação, Cultura, Direitos Humanos e Justiça, Educação, Meio Ambiente, Saúde, Tecnologia, Produção e Trabalho.

Márcio de Araújo Pereira, diretor-presidente da Fundect, enfatizou que este é o primeiro edital de extensão já lançado pela fundação. "Será um marco para a ciência de Mato Grosso do Sul e terá impacto direto na melhoria da qualidade de vida e na segurança alimentar das famílias destas comunidades", declarou.

A supervisão da execução de cada projeto ficará a cargo de um supervisor regional, designado pela Seaf (Secretaria de Estado Agricultura Familiar) da Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação).

Essa figura desempenhará um papel crucial para garantir o sucesso do projeto dentro do polo escolhido, além de colaborar na produção de relatórios de acompanhamento em conjunto com o coordenador do projeto.

Para obter mais informações sobre o edital, incluindo critérios de elegibilidade e processo de inscrição, os interessados podem acessar o link.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News.

Nos siga no Google Notícias