ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  23    CAMPO GRANDE 27º

Meio Ambiente

Mamãe onça Atrevida dá “chega pra lá” em lobinho que tentou levar sua janta

Bezerro abatido por felino na noite anterior, virou ponto de referência para flagrante de câmera trap

Por Gabriela Couto | 20/09/2021 12:17


Um flagra raro da vida selvagem no Pantanal foi feito no dia 13 de setembro, pelo especialista em rastrear onças selvagens na região, Elias Tanus, também conhecido como @jaguarmanpantanal.

Nas imagens, ele mostra um dos dois bezerros que foram abatidos pela onça catalogada como “Atrevida”. Ela está com dois filhotes de aproximadamente 1 ano e meio. Por conta disso, as caçadas dela neste período são frequentes na fazenda pousada São João, que fica na Estrada Parque.

“Ela matou dois bezerros no mesmo dia. Só que voltou à noite para pegar um. Eu instalo câmeras trap, que são câmeras armadilhas, para registrar o animal na natureza. Para minha surpresa, vi que o lobinho tentou levar o bezerro para comer, mas dez minutos depois, a onça chegou”, conta Elias.

Ele acompanha as onças desde 2019 e se tornou guia da fazenda que é pioneira no ecoturismo no Pantanal sul. A fazenda de propriedade de João Venturini é parceira da WWF e é um santuário selvagem sem cercas. Nos 3 mil hectares, residem seis onças, mas o local também é um corredor dos felinos que transitam entre os rios Miranda e Paraguai.

Segundo Elias, as onças preferem “sushi de boi, jacaré e capivara”, brincou. O dono da fazenda não se importa com as perdas no rebanho bovino, que é abatido pelas onças carinhosamente chamadas de “gatinhos”, pelo Jaguarman.

Mas, ele destaca que para avistar uma onça, é preciso muita paciência, tempo e sorte. “Ando em média 400 a 500 km por mês a procura delas. Teve mês que não encontrei nenhuma. Mas, geralmente, consigo ver duas por mês. É importante sempre manter distância de animais selvagens e jamais alimentá-los. Sempre destaco isso aos turistas”.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário