A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 16 de Dezembro de 2018

07/12/2018 12:17

Reinaldo anuncia novas regras ambientais para rios que são atrativos turísticos

"O que devemos fazer é não permitir que ocorra o que aconteceu com o Taquari nas décadas passadas", diz governador

Aline dos Santos e Leonardo Rocha
Reinaldo Azambuja afirma que haverá novo regramento para proteger rios de beleza natural. (Foto: Leonardo Rocha)Reinaldo Azambuja afirma que haverá novo regramento para proteger rios de beleza natural. (Foto: Leonardo Rocha)

O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) anunciou nesta sexta-feira (dia 7) que serão criadas novas regras para proteger os rios de beleza natural, como o Rio da Prata, em Jardim, que no mês passado teve suas águas cristalinas tomadas pela lama da enxurrada.

“Vamos criar um regramento diferente para aquela região, onde existem rios de beleza natural. Faremos um enquadramento diferente dos demais rios, com intenção de proteger. Dá para fazer produção de forma sustentável na região. Até porque existem tecnologias preparadas para isso”, afirma o governador, que participou de reunião técnica em Campo Grande para discutir novos investimentos na bacia do rio Taquari.

Na região Norte, o Taquari tem a marca de um desastre ambiental, com registro de assoreamento há 40 anos. Sobre os rios na região de Bonito e Jardim, Reinaldo avalia que a situação não se equipara a do Taquari.

“Não tem um desastre. Houve chuva de 200 milímetros, levando água suja para os rios da região. O que devemos fazer? Evitar que isso ocorra outra vez. Evitar que a enxurrada chegue nos rios”, afirma o governador.

O regramento especial deve proteger rios como o Prata, Formoso e Salobra. “Se você andar pelo Rio da Prata, vai perceber que não existe desastre ambiental. O que devemos fazer é não permitir que ocorra o que aconteceu com o Taquari nas décadas passadas”, enfatiza Reinaldo.

Na próxima segunda-feira (dia 10), o governo do Estado participa de audiência pública em Bonito sobre os rios, a reunião foi proposta pelo MP/MS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul).

Rio da Prata foi tomado por lama no mês passado. (Foto: Divulgação)Rio da Prata foi tomado por lama no mês passado. (Foto: Divulgação)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions