ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUARTA  22    CAMPO GRANDE 26º

Meio Ambiente

Rios de beleza cênica terão R$ 1 milhão para conservação em Mato Grosso do Sul

Instituto vai implantar 80 quilômetros de terraços na zona rural e adequar estradas vicinais

Por Aline dos Santos | 23/04/2024 07:51
Água transparente esverdeada do Rio Salobra ao pé da Serra da Bodoquena. (Foto: Prefeitura de Bodoquena) 
Água transparente esverdeada do Rio Salobra ao pé da Serra da Bodoquena. (Foto: Prefeitura de Bodoquena)

A região das bacias dos rios Salobra, Betione, Formoso e da Prata, nos municípios de Bonito, Jardim, Bodoquena e Miranda, terá ações de combate à erosão e adequação de 30 quilômetros de estradas vicinais. O investimento será de R$ 1,1 milhão. Os cursos de água têm beleza cênica.

As medidas para conservação serão realizadas pelo Instituto Taquari Vivo, que firmou termo de colaboração com a Semadesc (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento, Ciência, Tecnologia e Inovação) na tarde de segunda-feira (dia 22).

O prazo de execução dos serviços é de 12 meses. O instituto vai implantar 80 quilômetros de terraços nas propriedades (para combate à erosão) e adequar as estradas vicinais. Será utilizada a patrulha ambiental adquirida em 2022 com recursos da Sudeco (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste) e composta por uma retroescavadeira, uma motoniveladora, um trator, um terraceador e quatro caminhões.

Renato Roscoe (à esquerda) e Jaime Verruck durante assinatura de termo. (Foto:  Afrânio Pissini)
Renato Roscoe (à esquerda) e Jaime Verruck durante assinatura de termo. (Foto:  Afrânio Pissini)

O instituto já atua em projeto idêntico na bacia do Rio Taquari. “Exatamente por essa parceria estar dando certo é que ampliamos para a região de Bonito e Bodoquena, na proteção dos rios cênicos que são importantes atrativos turísticos”, afirma o secretário Jaime Verruck.

O termo de cooperação foi firmado com o diretor executivo do Instituto Taquari Vivo, Renato Roscoe. A ação faz parte do Prosolo, programa criado em 2021. O projeto é para atividades de contenção de processos erosivos, como terraceamento, adequação de estradas vicinais e restauração da vegetação nativa. O objetivo é conservar rios e nascentes.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias