A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 19 de Outubro de 2018

23/09/2018 07:23

“Não encontro candidato que boto fé”, avalia bispo sobre eleições de 2018

Ele conta que em outros anos foram realizado debates e também era definida uma pauta da igreja

Aline dos Santos e Thailla Torres
Dom Dimas avalia que nhum candidato a presidente encarna o que deseja para o Brasil. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)Dom Dimas avalia que nhum candidato a presidente encarna o que deseja para o Brasil. (Foto: Marcos Ermínio/Arquivo)

Numa eleição em que a igreja católica em Mato Grosso do Sul não organizou nenhum debate, o desalento com a política ressoa na declaração de dom Dimas Lara Barbosa.

“Prefiro não prestar apoio a candidato nenhum. Se a gente for olhar a situação atual, falando em âmbito federal, não encontro nenhum candidato que eu possa dizer nesse aqui eu boto fé. Não sinto que nenhum deles encarna aquilo que eu gostaria para o Brasil, no presente ou no futuro”, diz arcebispo de Campo Grande.

Ele conta que em outros anos foram realizado debates e também era definida uma pauta mínima. O documento era assinado pelos candidatos e registrado em cartório. “Esse ano não fizemos isso. Acho, às vezes, os debates muito amarrados”.

Dentre as prioridades estavam ficha limpa na escolha de assessores; defesa da vida, com oposição ao aborto; resolver a questão dos povos indígenas; e investir em saneamento básico. “A gente colocava itens como transporte, segurança. Algumas linhas que a gente achava que eram importantes e pedimos que os candidatos se pronunciassem sobre elas”

Dom Dimas afirma que prefere não comentar o voto. “Se eu saio a público defendendo esse partido, eu vou encontrar diocesano ou paroquiano que são militantes de outro partido. De repente, me torno partidário e isso não é bom”, diz.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions