A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

05/10/2014 19:47

2º turno: vantagem de Delcídio sobre Reinaldo foi de 50,5 mil votos

Edivaldo Bitencourt
Azambuja votou acompanhado do neto na manhã de hoje (Foto:Marcelo Calazans)Azambuja votou acompanhado do neto na manhã de hoje (Foto:Marcelo Calazans)

O Tribunal Regional Eleitoral concluiu a apuração de 100% dos votos em Mato Grosso do Sul. O sucessor do governador André Puccinelli (PMDB) será escolhido no segundo turno, quando os eleitores voltam às urnas para escolher entre Delcídio do Amaral (PT), que ficou com 42,92% votos válidos, e Reinaldo Azambuja (PSDB), 39,09%. A vantagem final do petista sobre o tucano foi de 50.587 votos.

Segundo o TSE, Delcídio ficou com 567.331 votos, seguido por Reinaldo, com 516.744. Em terceiro ficou o Nelsinho Trad (PMDB), com 217.093 votos (16,42%). O quarto colocado foi Evander Vendramini (PP), com 10.823 (0,82%). Sidney Melo (PSOL) ficou em quinto, com 7.823 (0,59%). O último colocado foi Professor Monje (PSTU), com 0,15%.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, 20,53% dos eleitores não compareceram às urnas no primeiro turno. O número de votos nulos somou 60.430 (4,18%) e de brancos, 62.041 (4,3%).

Com o resultado e potencial de 200 mil votos, o apoio de Nelsinho será decisivo no segundo turno. Ele poderá apoiar o tucano, com quem já foi coligado quando foi prefeito da Capital, ou Delcídio, já que o PMDB nacional apoia o PT. Lideranças do PMDB, como Simone Tebet, eleita senadora, e o senador Waldemir Moka, admitiram que o partido está dividido sobre quem apoiar no segundo turno. 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions