A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/05/2013 07:15

Abandono do turismo se agrava na Capital; até “mirinzinho” é demitido

Zemil Rocha
Ônibus do City Tour de Campo Grande está até hoje em manutenção (Foto: Arquivo)Ônibus do City Tour de Campo Grande está até hoje em manutenção (Foto: Arquivo)

O abandono do setor de turismo de Campo Grande se agudiza ainda mais e agora com ranço de perseguição “política”. Nem mesmo o “mirinzinho”, citado pela ex-superintendente de Turismo da Capital, Maria do Carmo, como o único funcionário que sobrou no setor continua na Sedesc (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e do Agronegócio). Nesta semana, o estagiário M.P.R.A., que trabalhava na Superintendência de Turismo, foi demitido.

“Falaram que eu não estava me adaptando à nova gestão”, informou o adolescente, de 17 anos, em entrevista ao Campo Grande News, que na semana passada, mais exatamente dia 15 de maio, publicou matéria sob o título “Campo Grande abandona setor do turismo e desativa até City Tour”. Para o jovem, porém, ficou evidente que sua demissão foi uma represália ao fato de “ter trabalhado na gestão passada”, de Nelsinho Trad.

Naquela notícia, se abordou o abandono do setor do turismo, com fechamento e redução de horário de funcionamento dos Centros de Atendimento a Turistas (CATs), demissão de estagiários, desativação do ônibus do City Tour e acefalia no comando do setor. A nova titular da Sedesc, Dharleng Campos de Oliveira, nomeada interinamente pelo prefeito Alcides Bernal e à frente do órgão há um mês, até hoje ainda não tem superintendente de Fomento ao Turismo, à Ciência e Tecnologia nem diretor de Turismo.

Ao comentar a situação da Sedesc, Maria do Carmo, ex-superintente de Turismo durante o governo de Nelsinho Trad, declarou: “Tudo que a gente construiu foi abandonado. A gente até hoje tem reconhecimento do Ministério do Turismo, prêmios que recebemos. Jogaram tudo dentro de uma lata de lixo. Ficou na Superintendência só um mirinzinho”.

A citação sobre a permanência do “mirinzinho” pode ter levado Dharleng a decidir pela demissão do jovem funcionário.
Dharleng foi procurada para explicar o motivo da demissão, mas incumbiu à assessoria de comunicação da Prefeitura de Campo Grande de responder em nome dela. A assesoria foi procurada, mas não respondeu às indagações da reportagem.

Na semana passada, durante o processo de apuração para a construção da matéria jornalística, a reportagem do Campo Grande News chegou a conversar com o “mirinzinho” e buscar informações sobre o funcionamento dos CATs. O garoto, que não tem filiação partidária, evitou qualquer comentário, informando que só a secretária Darleng poderia passar qualquer informação sobre o setor.

Demitido, devido a equivocada perseguição política, o garoto resolveu contar o que viu de errado no setor de turismo da Sedesc. “Agora que não tenho nenhum vinculo lá dentro posso falar das injustiças que ocorriam, eu era do Departamento de Turismo,e lá vi muita impunidades”, declarou o estagiário mirim.

Segundo o adolescente, além da não reposição de estagiários demitidos e do fechamento e redução de expediente nos CATs, até mesmo material impresso de divulgação de hotéis, restaurantes e outras empresas do setor turístico deixou de ser recebido. “Não pega mais porque não tem gente para distribuir”, explicou ele.

A desativação da Centros de Atendimentos a Turistas e a não renovação de estágios, na opinião do jovem trabalhador, decorreram da demora na escolha de um titular para a Sedesc. “Foram acabando os prazos dos contratos e não tinha quem assinasse para renovar. Foram quatro meses sem secretário”, afirmou o mirim. Na verdade foram exatos 110 dias que o prefeito Alcides Bernal (PP) levou para escolher Dharleng como chefe da Sedesc.

Ele informou ainda que, além do CAT da Estação Rodoviária de Campo Grande, o que existia na Feira Central também foi desativado em razão da falta de estagiários. O garoto concorda com Maria do Carmo, ex-superintendente de Turismo: “É verdade, o turismo está bem abandonado em Campo Grande”.

Embora suas críticas sejam mais direcionadas à atual administração, o jovem mirim não poupa a gestão anterior, de Nelsinho Trad, o que demonstra que nunca teve qualquer participação “política” para merecer a demissão. Segundo ele, os estagiários “trabalhavam mais do que a carga horária permitia”.



Campo Grande era feliz e não sabia!!!
 
rita de cassia em 25/05/2013 14:27:22
"População de Campo Grande-MS"
Isso é o reflexo da "voto",votaram por votar,plantaram agora estão colhendo os frutos. Mas Pode ficar tranquilo vocês conseguiram! Já existe um buraco pra cada um nas vias publicas da cidade é só cair dentro.
 
Edevanir Basilio em 25/05/2013 12:44:34
E O BERNAL?
CONTINUA PARADO SEM FAZER NADA, SO JOGANDO A CULPA NA ADMINISTRAÇÃO ANTERIOR PRA NÃO ASSUMIR A SUA INCOMPETENCIA.
QUEM MANDOU VOTAR NO HOMEM.

 
Adriana Silva em 25/05/2013 11:41:12
É uma vergonha, como diz Boris Cazoy; na gestão pública é de fundamental importância que o PRINCIPIO DA CONTINUIDADE seja aplicado pelas gestões que assumem o poder, em qualquer esfera, independente da sigla partidária e ser ou não oposição. A coisa pública não pode ser gerida ao bel prazer de quem está à frente do poder e sim para todos, sem retaliações e com responsabilidade.É muito triste ver o que ocorre em CG e por ai afora, isso é abandono e irresponsabilidade, é ignorância política.
Os cidadãos da capital não são objetos de disputa entre lideres políticos; portanto, voces que estão no poder não se esqueçam de que não é perpetuo e façam apenas o simples de gerir a coisa pública com responsabilidade, austeridade, honestidade e para todos. RESPEITEM PARA SER RESPEITADO.
 
Erudilho Nabuco em 25/05/2013 08:50:03
AS PESSOAS EM PRIMEIRO LUGAR...!
 
rita silva em 25/05/2013 08:47:06
Essa noticia nao me assusta, sei de um caso de uma jovem de 19 que foi demitida mesmo estando gravida, da pra acreditar nisso?? Mesmo mostrando exames e ultrasson comprovando a gravidez foi mantido a demissão , motivo? Essa jovem tinha ligação com a ex primeira dama, pasmem isso é verdade!!!
 
Amadeu Silva em 25/05/2013 08:29:42
Gente nossa cidade esta abandonada praticamente as moscas ruas sujas, turismo abandonado como vamos fazer para ter de volta nossa cidade como era me sinto abandonada pois amo CAMPO GRANDE e muito triste ver tudo isso pois com a antiga administraçao não tava perfeito mas pelo menos vinham as pessoas e falavam que cidade bonita ruas largas onibus turisticos e agora so escuto quanta sujeira e para onde vamos se não conhecemos a cidade quem pode nos levar somos turistas e viemos conhecer .
Gente pensem bem cidade se cultura e cidade morta.
 
silvana fialho em 25/05/2013 08:27:50
eh mirinzinho se fosse soh a secretaria de turismo que esta abandonada seria um problema facil de sanar, a cidade toda esta abandonada, ta um caos isto aqui, e pra piorar tudo cada dia mas seu ex patrão fica soh de briguinhas pessoais não tem previsão de melhora pra nada ...
 
paulo matos em 25/05/2013 07:48:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions