A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/10/2014 20:05

André deixa decisão de apoio no 2º turno para diretório do PMDB

Ludyney Moura e Kleber Clajus
Governador deixou decisão sobre seu apoio para o partido (Foto: Marcelo Victor)Governador deixou decisão sobre seu apoio para o partido (Foto: Marcelo Victor)

O governador André Puccinelli (PMDB) não quis antecipar qual será o destino de seu apoio político no segundo turno das eleições deste ano, uma vez que seu candidato, Nelsinho Trad (PMDB), ficou em terceiro lugar na disputa.

Puccinelli, principal liderança peemedebista em Mato Grosso do Sul, preferiu manter mistério sobre quem apoiará no 2º turno, se o petista Delcídio do Amaral ou tucano Reinaldo Azambuja.

“Nós vamos reunir o partido e éle quem decide. Não posso ter preferências. Sempre fui partidário. O que o partido definir vou acompanhar”, revelou o governador, que também comemorou bastante a eleição de sua vice-governadora, Simone Tebet (PMDB), para a vaga no Senado Federal.

André fez questão de destacar as vitórias do partido, que além da senadora elegeu dois deputados federais e seis estaduais, sendo que no total a coligação de Nelsinho elegeu terá 10 cadeiras na Assembleia Legislativa.

O Chefe do Executivo Estadual não quis comentar a derrota de Nelsinho Trad para sucedê-lo. “Não teço considerações de mérito e continuo achando que mereceu meu voto”, destacou.

O governador também evitou falar sobre o cenário nacional, já que sua candidata, a presidente Dilma Roussef (PT), não obteve o apoio local de seu partido, o PMDB, e irá disputar o 2º turno com o presidenciável tucano Aécio Neves.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions