A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

07/09/2010 10:30

André é contra intervenção e quer permanência de juiz

Redação

O governador André Puccinelli (PMDB) demonstrou nesta manhã ser contra a intervenção estadual no município de Dourados, onde o prefeito Ari Artuzi, quatro secretários e 11 dos 12 vereadores foram indiciados por envolvimento em esquema de fraudes.

O pedido de intervenção deve ser solicitado amanhã pelo MPE (Ministério Público Estadual) e será submetido aos desembargadores do Tribunal de Justiça. Caso seja aceito, caberá ao governador indicar um nome para assumir a administração municipal.

"Nós já conversamos com o juiz-prefeito e nos pusemos à disposição. A intervenção estadual depende do tribunal, mas eu permaneceria com o juiz, ele foi aclamado, está indo bem e eu permaneceria com ele", declarou Puccinelli, ao término do desfile alusivo ao Dia da Pátria, no centro da Capital.

Ele reforçou que não quer esse "ônus" e que Eduardo Machado está indo bem na função. "Que o tribunal não me dê esse ônus, que continue com o juiz que está exercendo a função com credibilidade", confirmou.

Ao todo, 28 pessoas foram postas atrás das grades pela Polícia Federal, por meio da operação Uragano. Destas, 11 permanecem presas. No último sábado, o juiz Eduardo Machado Rocha foi nomeado como prefeito interino de Dourados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions