A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

03/01/2012 15:35

André entra em campo em março e diz que coordenará campanha com Trad

Wendell Reis

Governador espera escolha do candidato para entrar em campo na disputa por votos

Puccinelli vai começar a pensar em questões políticas na volta das férias(Foto:Simão Nogueira)Puccinelli vai começar a pensar em questões políticas na volta das férias(Foto:Simão Nogueira)

O governador André Puccinelli (PMDB) declarou na manhã desta terça-feira (3) ao Campo Grande News que vai coordenar ao lado do prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB), a campanha do partido para a eleição de vereador e prefeito da Capital em 2012.

“Coordenador será eu e o Nelsinho. Está bom né”. O governador lembra que o momento é de escolher o candidato do partido, o que deve ser resolvido no mês de março, com a definição após pesquisas qualitativas e quantitativas. Segundo Puccinelli, todos serão chamados para conhecimento de quem foi o melhor.

Passada a fase inicial, de escolha do representante do partido, Puccinelli deve entrar em campo efetivamente em março, quando começa a fazer campanha. Porém, confidenciou que começa a tratar efetivamente de questões políticas no retorno das férias, no dia 25 de janeiro.

O governador também falou sobre a possibilidade de agregar o PSDB na campanha. Para ele, seria muito bom ter o PSDB ao lado. Entretanto, caso isso não aconteça, quer contar com o apoio do partido no segundo turno das eleições. Os pré-candidatos do grupo do governador e do prefeito são o presidente da Câmara Municipal, Paulo Siufi (PMDB), deputado federal Edson Giroto (PMDB), deputado federal Luiz Henrique Mandetta (DEM) e a vice-governadora Simone Tebet (PMDB).

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...


1505. será uma grande vitoria de 2012 honestidade sempre...
 
zildo de oliveira barros em 03/01/2012 02:52:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions