A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

02/07/2009 11:58

André libera deputados a votar contra projeto da pesca

Redação

A Assembléia Legislativa terá liberdade para apresentar emendas modificativas e supressivas ou até mesmo rejeitar a Lei da Pesca. A garantia foi dada pelo governador André Puccinelli aos deputados estaduais da base de sustentação e da oposição, nesta quinta-feira, em reunião na presidência da Casa de Leis.

Puccinelli afirma que o governo apresentou o projeto por causa da insistência de pescadores e do deputado estadual Akira Otsubo (PMDB).

Polêmico, o projeto não irá tramitar em regime de urgência e já encontra resistência na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Presidente e vice, respectivamente, Paulo Corrêa (PR) e Amarildo Cruz (PT), são contra a proposta que deu entrada nesta semana na Assembléia Legislativa.

Já o deputado estadual Marcos Trad (PMDB) apresentou 16 emendas para tentar melhorar o projeto. A proposta mandada pelo Executivo libera apetrechos que hoje estão proibidos como anzol de galho e joão-bobo.

Ontem, o governador havia defendido a aprovação do projeto em regime de urgência, argumentando que uma equipe de especialistas, incluindo profissionais da Embrapa Pantanal, recomendaram a aprovação da proposta. Mas hoje, deixou os deputados à vontade para votar conforme o entendimento de cada um.

Do outro lado da discussão está o presidente interino da Associação de Pesca de Mato Grosso do Sul, Arlindo Batista dos Santos Filho, que representa 4.800 pescadores profissionais em Mato Grosso do Sul. Ele acredita que com as mudanças será possível aumentar a renda dos pescadores."Não vai faltar peixe desde que seja respeitada a piracema e tamanhos dos exemplares", disse.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions