A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

03/10/2010 07:44

Apesar de empate técnico, Moka aposta na vitória

Redação

Apesar do empate técnico na disputa pela segunda vaga ao Senado, apontado nas últimas pesquisas de opinião, o candidato Waldemir Moka (PMDB), da coligação "Amor, Trabalho e Fé", está apostando na vitória.

Depois de acompanhar a votação do governador André Puccinelli (PMDB) na escola Lúcia Martins Coelho, ele disse que no início havia dificuldade em Campo Grande, mas que este problema foi superado durante o decorrer da campanha.

"Algumas pesquisas nos mostram na frente e em outras estamos empatados, mas as pesquisas para consumo interno nos dão alguns pontos de vantagem, dois ou três pontos na frente", declarou.

Ele disse que seus 28 anos de trabalho "é o que está em julgamento" nesta eleição.

Maria Antonieta Amorim Trad, primeira-dama de Campo Grande e candidata a suplente de Moka, disse que o espírito que reina é o da tranquilidade.

Ela também enfatizou que as pesquisas em poder da coligação dão vantagem a Moka, principalmente no interior do Estado.

Moka concorre ao Senado com os candidatos Delcídio do Amaral (PT), que está em primeiro lugar disparado, Dagoberto Nogueira (PDT) e Murilo Zauith (DEM), que estão "embolados" na segunda colocação.

Moka vota às 9h no colégio Dom Bosco, em Campo Grande.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions