A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

23/02/2013 10:32

Após derrota sobre Garib, Bernal fracassa em trazer André ao Paço

Zemil Rocha
Bernal fracassou em chamar André para café da manhã (Foto: Luciano Muta)Bernal fracassou em chamar André para café da manhã (Foto: Luciano Muta)

Depois de ter de recuar e renovar a cedência da servidora Tânia Garib para o governo do Estado, onde ocupa o cargo de secretária de Trabalho e Assistência Social, o prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), também teve de abrir mão de trazer o governador André Puccinelli (PMDB) ao Paço Municipal. Na próxima segunda-feira (25), às 16 horas, Bernal vai à Governadoria para falar com o chefe do Executivo estadual.

Durante a visita de trabalho, Bernal discutirá com André temas como cedência, convênios, desenvolvimento econômico e social de Campo Grande e governabilidade, já que enfrenta problemas com o PMDB, de Puccinelli, e seus aliados na Câmara, onde tem o apoio de apenas 9 dos 29 vereadores.

Alcides Bernal dá a entender que o encontro com André, na Governadoria, é um gesto seu de boa vontade. “Faço questão de ir ao gabinete do governador para estreitar os laços institucionais da prefeitura com o Governo do Estado e inclusive vou aproveitar a ocasião para convidá-lo a visitar o nosso gabinete”, argumentou o prefeito.

O encontro lá na Governadoria e não no Paço Municipal, contudo, revela mais uma vez a força política de André Puccinelli, visto que houve uma fracassada tentativa de Bernal, anunciada por seu líder na Câmara, vereador Marcos Alex Azevedo de Melo, o Alex do PT, de trazer o governador para um “café da manhã” na última quarta-feira (20). “Era para ser esta manhã, o Bernal iria receber o governador aqui para tomar café com ele, mas teve problema de agenda”, revelou Alex do PT na ocasião.

Na mediação de forças, André já tinha levado a melhor ao conseguir a liberação da servidora Tânia Garib, depois de ameaçar revogar a cedência de 400 servidores estaduais para os Ceinfs, o que causaria uma grave crise no atendimento a milhares de crianças nas creches. Agora, também impõe a Bernal ter de ir à Governadoria, no seu espaço, para discussão de relacionamento institucional e político.

 



na minha opinião é OBRIGAÇÃO dos dois, e mais um grupo grande de pessoas escolhidas por eles, cuidar da nossa cidade, como dupla, independente de qual partido político pertencem. A partir do dia da eleição o "vitorioso" deixa de ter partido, seu partido passa a ser o público e a cidade. Deixem pra "medir força" na próxima eleição e agora "unam força" pra resolver os MUITOS problemas de Campo Grande. ou no dia da posse vocês não fizeram votos ou juramento? (não sei o nome certo)
 
marcia m s fenero em 23/02/2013 16:22:01
isso mesmo André, coloca um cabresto nesse bernal.....kkkkk para quem não sabe: cabresto: Correia que tem uma extremidade armada especialmente para se firmar na cabeça do animal e que serve para amarrá-lo ou dirigi-lo;
 
ricardo costa em 23/02/2013 14:26:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions