A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

06/05/2009 08:20

Após receber do Misto, Corinthians muda versão

Redação

Questionado formalmente pela Comissão de Educação, Desporto e Cultura, da Câmara Municipal de Campo Grande, o presidente do Corinthians, Andrés Navarro Sanches, recuou da acusação que fez contra os dirigentes esportivos de Mato Grosso do Sul.

Na época (meados de abril), Andrés disse que "os dirigentes (dos clubes de Mato Grosso do Sul) não podem ver dinheiro que querem pegar" e que, mesmo licenciado, acompanhou a viagem do clube a Campo Grande para garantir o recebimento da renda.

A declaração foi feita ao jornal Diário de São Paulo e reproduzida no Campo Grande News, após ter sido presenciada por um repórter deste jornal.

Mas em resposta ao ofício da Câmara, Andrés voltou atrás e enviou um documento em que diz que em nenhum momento "foi feita qualquer menção 'à possibilidade de sumiço da renda no jogo válido pela Copa do Brasil' ou levantada qualquer suspeita sobre a divisão da renda do jogo".

Não foi o que aconteceu. Na entrevista de meados de abril, Andrés Sanches havia afirmado que houve sumiço de renda nos jogos do Flamengo e do Palmeiras, no Estádio Morenão, e ameaçava ir à CBF (Confederação Brasileira de Futebol) caso o mesmo acontecesse na partida contra o Misto, no dia 15 de abril.

"Vão querer meter a mão no dinheiro. Se roubarem o dinheiro do Corinthians, nunca mais jogaremos aqui. Vamos procurar nossos direitos e entrar com uma procuração na CBF se for preciso", disse à época.

"Errar uma vez é perdoável, o segundo erro é de se analisar, mas um terceiro é muita malandragem. Aqui, os dirigentes não podem ver dinheiro que querem pegar. E a cidade quer ser sede da Copa do Mundo", prosseguiu ainda em entrevista ao Diário de São Paulo.

CPI

Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions