ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 12º

Política

Assembleia retorna atividades com 22 deputados em busca da reeleição

Deputados terão que conciliar os trabalhos no legislativo, com as reuniões e viagens de campanha

Leonardo Rocha | 01/08/2018 08:41
Deputados Maurício Picarelli (PSDB), Junior Mochi (MDB), Onevan de Matos (PSDB) e Amarildo Cruz (PT), na mesa diretora (Foto: Victor Chileno/ALMS)
Deputados Maurício Picarelli (PSDB), Junior Mochi (MDB), Onevan de Matos (PSDB) e Amarildo Cruz (PT), na mesa diretora (Foto: Victor Chileno/ALMS)

A Assembleia Legislativa retorna as atividades nesta quarta-feira (01), com 22 dos 24 deputados, ou 91% do total, buscando a reeleição no legislativo, na eleição deste ano. Os outros dois que completam o grupo – Beto Pereira (PSDB) e George Takimoto (MDB) – vão tentar uma vaga na Câmara Federal, em Brasília.

O recesso parlamentar terminou no meio do período de convenções, com os partidos definindo quais as alianças e coligações serão feitas para esta campanha. O prazo final para esta definição é no próximo domingo (5), depois os políticos têm até o dia 15 de agosto para registrarem a candidatura no TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

Com a maior bancada da Assembleia, com oito deputados, os tucanos devem aproveitar este período de campanha para defender o legado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB), assim como os parlamentares que estiverem dentro deste projeto, como aliados. No caso do PSD (Grazielle Machado), DEM (José Carlos Barbosa e Zé Teixeira) e SD (Herculano Borges).

O MDB com a segunda bancada, tendo sete deputados, terá que dar o respaldo para senadora Simone Tebet (MDB), que foi confirmada no último domingo (29), como pré-candidata ao governo, no lugar do ex-governador André Puccinelli (MDB), preso pela Polícia Federal, desde o dia 20 de julho.

Já a bancada do PT também terá um nome ao governo para defender, no caso o ex-prefeito de Mundo Novo, Humberto Amaducci. O presidente da Assembleia, o deputado Junior Mochi (MDB), disse que vai novamente conversar com os deputados, para que a campanha que começa a prtir do dia 16, não atrapalhe os trabalhos e votação de projetos na Casa de Leis.

Nos siga no Google Notícias