A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/03/2016 10:55

Assembleia vai discutir a situação de trabalho dos policiais civis em MS

Na pauta a custódia de presos, que gerou polêmica ano passado

Leonardo Rocha
Assembleia vai realizar audiência sobre a polícia civil, na semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)Assembleia vai realizar audiência sobre a polícia civil, na semana que vem (Foto: Assessoria/ALMS)

A Assembleia Legislativa realiza, na semana que vem, audiência pública sobre as condições de trabalho dos policiais civis, em Mato Grosso do Sul. O evento vai acontecer no plenário da Casa de Leis, a partir das 13h30, na próxima quarta-feira (30). Entre os assuntos em pauta está a custódia de presos, desvio de função e a questão salarial destes profissionais.

A audiência foi proposta pelo deputado Pedro Kemp (PT) e já tem a confirmação da presença de representantes do Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), Cobrapol (Confederação Brasileira de Trabalhadores Policiais Civis) e Feipol/CON (Federação Interestadual dos Policiais Civis – Região Norte e Centro-Oeste).

O presidente do Sinpol, Jean Carlo Miranda, afirmou que a categoria deseja debater todas estas questões, com as autoridades públicas e população. "Vamos colocar em debate nossas condições de trabalho, precisamos de mais investimento na segurança, somos um setor muito cobrado, mas uma profissão estressante".

Ele citou que entre as questões, está a custódia de presos, uma situação que ainda não foi resolvida. "Muitos policiais (civis) com desvio de função, faz serviços de outros, delegacia não é presídio, porém tem hoje mais de mil presos no Estado nelas". Jean ressalta que (delegacias) são locais inadequados e coloca em risco a segurança dos profissionais e da população.

"Fica um no máximo dois policiais de plantão, tivemos no ano passado agressões, mortes e fuga de presos, é uma sobrecarga de trabalho, que pode gerar danos psicológicos". Ele ainda cita que durante a campanha em geral, a segurança ganha espaço de prioridade, mas que na prática não acontece.

"Precisa melhorar tanto a estrutura, como também a valorização salarial, pelo serviço complicado que é executado", disse o presidente da Sinpol. Representantes do governo estadual e Sejusp (Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública) foram convidados para participar do evento.

Temer diz que adiamento da reforma da Previdência foi 'ótimo' para ganhar votos
O presidente Michel Temer procurou mostrar otimismo ao falar sobre a reforma da Previdência ao dar posse ao deputado federal Carlos Marun (PMDB-MS) c...
Diretor da PF entrega ao STF relatório de investigação sobre ministros
O diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, entregou hoje (15) à ministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), um re...
TRE realiza plantão para cadastramento biométrico neste sábado na Capital
O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) realiza neste sábado mais um plantão para atender eleitores de Campo Grande que ainda nã...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions