A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 14 de Agosto de 2018

27/10/2010 07:43

Assessor jurídico nega que vereador veio fazer denúncia

Redação

O advogado Jordelino Garcia, assessor jurídico da Câmara de Vereadores de Alcinópolis, negou que o presidente da Casa, Carlos Antônio Costa Carneiro, de 40 anos, assassinado ontem, tenha vindo a Campo Grande para denunciar o prefeito Manoel Nunes (PR) ao no MPE (Ministério Público Estadual).

Segundo ele, o motivo da vinda à Capital era apenas a apresentação de defesa junto ao TCE (Tribunal de Contas do Estado), no processo em que a Câmara pode ter de devolver recursos para o Município, que seria alvo da briga entre o vereador morto e o prefeito. "Eu fiz a pauta da visita junto com o presidente na manhã de segunda-feira (25)", afirmou.

O advogado classificou como especulação a informação de que de que Carneiro iria denunciar Nunes. A afirmação foi feita pelo pai do vereador assassinado, o vice-prefeito de Alcinópolis, Alcino Carneiro (PDT).

Garcia também negou que tenha havido ameaças ao presidente da Câmara ou a ele, afirmação também feita pelo pai da vítima. Segundo o vice-prefeito, seu filho foi ameaçado tanto pelo prefeito quanto por um emprenteiro de Coxim, identificado apenas como Ivo.

(Com informações do site Edição MS)

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions