A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/02/2013 21:33

Assinado edital de concurso com 1,2 mil vagas para professor

Nyelder Rodrigues e Mariana Lopes
Governador assina documento que será publicado no Diário Oficial autorizando o concurso (Foto: Mariana Lopes)Governador assina documento que será publicado no Diário Oficial autorizando o concurso (Foto: Mariana Lopes)

A Fetems (Federação dos Trabalhadores em Educação de Mato Grosso do Sul) fez nesta noite uma solenidade para a assinatura do edital do concurso para professores da Rede Estadual de Ensino pelo governador André Puccinelli (PMDB).

Ao todo, 1,2 mil vagas foram autorizadas, o que respeita acordo feito com a categoria em outubro de 2012. Esse foi o último ponto do Pacto de Valorização da Educação Pública.

Durante a solenidade, o governador afirmou estar contente com a assinatura, já que os interesses do governo e da Fetems foram conciliados. “Nem tudo que eles pediram foi possível, nem tudo eu tinha condições de alcançar. Então ficamos satisfeitos”, comentou.

Além disso, Puccinelli apontou que esse concurso era um desejo dos educadores, e possibilitará que professores substitutos e contratados tentem a efetivação. O governador também deixou aberta a realização de outro concurso para o magistério.

“Depois da lotação de todos aprovados neste concurso, e com a aplicação do 1/3 de hora-atividade, talvez haja necessidade de mais professores. Estamos dispostos a fazê-lo”, declarou o governador.

André também comentou sobre a condução da negociação feita com os professores da Rede Estadual de Ensino, afirmando que sempre é melhor o diálogo ao invés de uma discussão acirrada.

“Essa é uma prática que sempre adote essa prática na Prefeitura e no Governo do Estado. O diálogo resolve muitas coisas”, explicou o governador, acrescentando que enquanto foi prefeito, não houve nenhuma greve, apenas uma paralisação de um dia dos médicos, logo resolvida, e nestes mais de seis anos no Estado também não houve greve entre os servidores.

Além do governador, também participaram da solenidade no auditório da Fetems, em Campo Grande, líderes sindicais, a secretária estadual de Educação, Nilene Badeca, e o deputado estadual Pedro Kemp (PT).

Mais planejamento – Para o presidente da Fetems, Roberto Magno Botareli, a chegada de mais professores possibilita que haja um planejamento mais qualificado de aulas, podendo aumentar a hora-atividade.

“Os professores terão mais tempo para planejamento de aulas na própria escola e não vão precisar levar serviço para casa. Com esse melhor aproveitamento, o rendimento dos professores tende a aumentar, e a educação só tem ganhar porque isso tudo reflete direto na sala de aula”, explica Roberto Magno.

Os detalhes sobre as vagas serão publicados em edital no Diário Oficial do Estado (DOE). Neste concurso as provas serão realizadas nos municípios de Campo Grande, Três Lagoas, Naviraí e Dourados. Os candidatos devem observar os locais da prova e escolher os municípios com as vagas a que pretende concorrer.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Para aqueles que se interessarem pelo concurso, basta acessar esta página do Governo do Estado de MS, específica para os concursos públicos promovidos pelo órgão.

link: http://www.concurso.ms.gov.br/?location=editais
 
Kátia Costa em 01/03/2013 14:05:44
Corrigindo a fala do governador, não somente os professores querem concursos, mas toda a sociedade, pois a qualificação destes profissionais propiciará o desenvolvimento de nossas crianças. É urgente a realização de concurso principalmente nas áreas de difícil acesso, pois é sabido que há professores de Pedagogia lecionando Física em muitas escolas do campo! Por isso, a promessa do governador de MS fazer o melhor Ensino Médio do Brasil, não ocorreu! o mandato do governo está findando e os indicadores do IDEB apontam a Educação do MS lá em baixo, mas bem lá em baixo mesmo!
 
JANE YAMAGUCHI em 01/03/2013 13:26:46
Para visualizar o diário oficial basta acessar: ww1.imprensaoficial.ms.gov.br


 
Fernanda Silva em 01/03/2013 11:34:45
Desculpe pelo erro, essa página é sobre a coordenação, a assinatura foi feita ontem a noite então ainda sairá. Mas a página para procurar é essa

http://ww1.imprensaoficial.ms.gov.br/search/

Abraço.
 
Ricardo Almeida em 01/03/2013 11:12:00
Ah, só para constar e ficar mais fácil para vocês, o endereço é

http://ww1.imprensaoficial.ms.gov.br/pdf/DO8383_01_03_2013.pdf

e sobre o assunto vá até a página 11.
 
Ricardo Almeida em 01/03/2013 11:04:02
Certinho Ricardo Almeida!!!!!!
 
Simone Pereira em 01/03/2013 10:54:08
Mas é um concurso para professores, e com todo o respeito, uma pessoa que se diz professor, se não souber acessar um diário oficial, não merece nem passar num concurso desses. Na minha opinião, um professor deve transmitir conhecimento e também interesse, se não houver interesse de um professor em aprender a olhar um diário oficial, como será o interesse dele em poder transmitir algo ou melhor, até pedir e cobrar que os alunos pesquisem, estudem e aprendam, se nem ele mesmo sabe fazer. Esses são os "professores" que se formam sem ter condições, tudo nas "coxas". E daí no final das contas quem paga o pato é a sociedade.
 
Ricardo Almeida em 01/03/2013 09:37:12
Teremos mais informações do concurso? Pois muitas pessoas não sabem acessar o diário oficial.
 
Simone Bastos Monteiro da Silva em 01/03/2013 07:13:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions