A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

07/03/2016 09:24

Atuais adversários, Reinaldo e André ressaltam relação "tranquila e normal"

Antonio Marques e Leonardo Rocha
André de um lado e Reinaldo de outro na solenidade de filiação do deputado Marcio Fernandes (Foto: Fernando Antunes)André de um lado e Reinaldo de outro na solenidade de filiação do deputado Marcio Fernandes (Foto: Fernando Antunes)

A solenidade de filiação do deputado estadual Marcio Fernandes ao PMDB promoveu um encontro político no mínimo bastante simbólico nesta manhã de segunda-feira (7). O governador, Reinaldo Azambuja (PSDB), compareceu ao diretório estadual peemedebista, casa do ex-governador André Puccinelli. Os dois, lideranças de siglas com histórico de anos de aliança e atualmente adversárias, deram a mesma declaração aos jornalistas, de que mantêm relação política normal e tranquila.

Reinaldo Azambuja foi o primeiro a chegar ao local, acompanhado do deputado estadual Beto Pereira, que entrou no ninho tucano em janeiro passado, e justificou sua presença declarando que Marcio Fernandes “é um amigo”, que ele conhece desde que foram deputados na Assembleia Legislativa, na época, ambos no PSDB. “Essa amizade continuou e por isso vim prestigiar sua filiação ao PMDB”, comentou o governador.

Para Azambuja, é normal a troca de partido na abertura de janela eleitoral. Ele disse que seu partido está tentando fortalecer as bancadas na Assembleia e na Câmara da Capital. “Até o próximo dia 19 pode vir novidades com novos vereadores”, declarou o governador.

Neste ano, o PSDB passou de quatro para sete parlamentares estaduais e na Câmara de Campo Grande, de dois para cinco vereadores. Com isso, o partido tem a maior bancada nas duas casas, empatando em número de parlamentares na Capital com o PMDB, que deve perder pelo menos mais dois vereadores até o fechamento da janela eleitoral.

O PSDB filiou na última quinta-feira, 3, os deputados Maurício Picarelli, que deixou o PMDB, e Mara Caseiro, que havia saído do PTdoB no início do ano, chegou a se filiar ao recém criado PMB (Partido da Mulher Brasileira). Na Câmara da Capital dois vereadores se filiaram ao partido do governador, Flávio César, que deixou o PTdoB; e Magali Picarelli, que saiu do PMDB. José Chadid que estava sem partido desde que havia sido expulso do ninho tucano por fazer parte da gestão de Alcides Bernal (PP), em 2013, conseguiu anular o processo de expulsão e retornou ao PSDB.

Reinaldo ainda estava do lado de fora do diretório quando o ex-governador André Puccinelli chegou ao local, acompanhado do presidente estadual do PMDB, deputado estadual Junior Mochi. O encontro foi amistoso e teve até abraço entre os dois. O atual governador disse que a relação com Puccinelli é “tranquila e normal em um ambiente político”.

Já o ex-governador, que pediu para atender à imprensa ao final da solenidade, ao ser questionado sobre a convivência com Reinaldo, disse apenas que a relação “sempre foi formal e tranquila. Nunca teve problemas.” Os dois estiveram juntos no segundo turno das eleições de 2014, mas atualmente são adversários.

Também participa do evento o ex-prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, que disputou a última eleição a governador do Estado pelo PMDB e que hoje está no PTB. Ele foi último a chegar no Diretório peemedebista e, apressado para não perder o início da solenidade, disse que o momento é de fortalecer seu partido e que ainda não tem nada definido sobre sua candidatura a prefeito da Capital.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions