A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/05/2012 23:37

Azambuja critica governo Dilma e alta carga tributária do país

Nyelder Rodrigues
Deputado Azambuja avalia como absurdo os valores arrecadados e baixo o retorno em investimentos sociais (Foto: Divulgação)Deputado Azambuja avalia como absurdo os valores arrecadados e baixo o retorno em investimentos sociais (Foto: Divulgação)

A alta carga tributária existente no Brasil, e o baixo retorno em investimentos em serviços públicos para a população é alvo de críticas de diversos parlamentares do PSDB, entre eles o pré-candidato tucano à prefeitura de Campo Grande, o deputado federal Reinaldo Azambuja.

“A saúde está à míngua. Temos problemas com a segurança, estradas, educação, falta de infra-estrutura e saneamento. Em contrapartida, temos a maior carga tributária do mundo. Isso tá errado. A roubalheira desilude o trabalhador”, critica Azambuja.

Para deputado, falta vontade do governo para modificar o sistema, e a prova disso é que a presidente Dilma Roussef não faz mudanças na taxação dos investimentos dos fundos de previdência.

Conforme Azambuja, a linha seguida pelo governo Dilma é “a mesma do Lula, enganando e dizendo que protege o pobre. Mas, na verdade, tira da população tudo o que pode por meio dos impostos”, dispara.

Números - a Associação Comercial de São Paulo (ACSP) aponta que, só em 2012, R$ 500 bilhões foram pagos em impostos pelos contribuintes brasileiros, até às 10h da última quinta-feira (2).

Já pesquisa do Ibope mostra que as piores avaliações do govrno Dilma são os impostos, a saúde e a segurança pública.

“O valor arrecadado é um absurdo, e com esse dinheiro daria para fazer cinco milhões de quilômetros de redes de esgoto, cinco milhões de postos de saúde, nove milhões de postos policiais equipados, além de que 35 milhões de professores poderiam ser pagos”, argumenta o pré-candidato à prefeitura da Capital.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


ESTE SR DEP; ESTÁ ACORDANDO MUITO TARDE,PORQUE A CARGA ESTADUAL E´1 ASSALTO.
 
EVRISTO VIANA em 05/05/2012 07:31:00
Mais como é duro a dor de cotovelo hein....
Porque não fez tudo o que alega que da para fazer quando o seu partido esteve no governo?
Porque arrecadou isto e muito mais...
Afinal de contas as maiores riquezas do nosso pais foram vendidas durante a gestão do seu partido.
Para de ladainha...
Faça alguma coisa pelo nosso estado, apresente algum projeto descente...
Nunca se fez tanto neste país.
 
admilson fidelis em 05/05/2012 06:24:31
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions