A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/06/2014 12:31

Azambuja promete espaço ao SD e volta a defender "mudança" no Estado

Leonardo Rocha
Azambuja promete  papel de destaque ao SD, em sua administração (Foto: Marcos Ermínio)Azambuja promete papel de destaque ao SD, em sua administração (Foto: Marcos Ermínio)

Na convenção do Solidariedade (SD), realizada nesta manhã (30), o candidato ao governo estadual, Reinaldo Azambuja (PSDB), prometeu um papel de destaque ao novo partido em sua administração, caso seja eleito. Ele elogiou a aliança nacional entre as legendas, realizada pelo deputado federal Paulinho da Força (SD) e o senador Aécio Neves (PSDB).

“Esta parceria nasceu da confiança em um projeto coletivo, que foi reproduzida em Mato Grosso do Sul em função do compromisso dos dirigentes, que desde o início foram corretos e sinceros conosco”, apontou ele.

Azambuja ressaltou que a chapa a proporcional está forte e equilibrada, dando possibilidades aos partidos aliados elegerem seus representantes.

“O SD terá espaço de destaque na nossa gestão, precisamos ter muita energia para vencermos esta eleição, com nossa proposta de mudança, tendo política públicas específicas para cada região”, disse ele.

Postura – O candidato do PSDB voltou a afirmar que não fará uma campanha de ataques ou “baixarias”, porém ressaltou que não deixará de expor as verdades sobre o Estado. “Sabemos que do outro lado existem denúncias e problemas de desvio de conduta e moral dos nossos adversários”.

Ele lembrou que os adversários já estiveram suas oportunidades a frente do Estado e do país. “O PT ficou 12 anos no poder a nível federal, enquanto que o PMDB está há oito anos no Estado, chegou a hora de sermos protagonistas, renovar e propormos as mudanças que a população deseja”.

Prioridades – Azambuja citou a educação, saúde e desenvolvimento como suas prioridades no Estado. Ele apontou a redução da carga tributária, qualificação da mão de obra, aplicação de recursos na saúde e criação da “era digital” na educação como propostas.

“A lei de incentivos (fiscais) precisa atender as diferenças de cada região, a saúde é um problema, não podemos deixar apenas aos municípios, a nossa pesquisa nos mostrou que 83% quer mudança, sendo que 43% falam em mudança total no Estado”.

A coligação do PSDB é composta pelos partidos PPS, SD, PMN, DEM e PSD. De acordo com direção estadual (PSDB), duas novas legendas podem integrar o grupo até o final da tarde, entretanto não quiseram divulgar os nomes para que não atrapalhem as negociações. Azambuja é o candidato ao governo, tendo a vereadora Rose Modesto (PSDB) como vice e o empresário Antônio João Hugo Rodrigues (PSD), como candidato ao Senado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions