A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

29/10/2013 14:40

Bernal não envia projeto à Câmara e início da tarifa menor não tem data

Kleber Clajus
Vereadores estranharam ausência de projeto (Foto: Marcos Ermínio)Vereadores estranharam ausência de projeto (Foto: Marcos Ermínio)

O prefeito Alcides Bernal (PP) não encaminhou, hoje, o projeto de lei que desonera o ISS (Imposto Sobre Serviços) e reduz para R$ 2,70 a tarifa do transporte coletivo. Como a proposta não chegou, os vereadores não votaram e o início da tarifa com valor menor não tem data para entrar em vigor na Capital. 

“Há expectativa sobre o conteúdo do projeto a ser encaminhado. Agora é esperar com paciência sua chegada”, diz a presidente da Comissão Permanente de Orçamento e Finanças, vereadora Grazielle Machado (PR).

Eduardo Romero (PT do B) não acredita que a nova tarifa possa vigorar já no dia 1º de novembro, como previsto pela diretora-presidente da Agereg (Agência de Regulação dos Serviços Públicos Delegados), Ritva Cecília de Queiroz. “A negociação foi feita em outubro para não se perder o prazo contratual, mas a nova tarifa mesmo pode passar a valer a partir de 1º de janeiro de 2014”, explica ao lembrar ainda que existe defasagem na redução prometida de R$ 0,25 por Bernal durante campanha eleitoral.

Redução – Na sexta-feira (25), o prefeito de Campo Grande Alcides Bernal anunciou a segunda redução do ano no valor da passagem. A primeira ocorreu em 1º de julho quando houve a aplicação de isenção de PIS e Cofins, determinada pela presidente Dilma Rousseff (PT), que resultou na diminuição de R$ 2,85 para R$ 2,75.

A nova tarifa de R$ 2,70 só será possível com a isenção do ISS (Imposto Sobre Serviços), que depende do aval da Câmara Municipal e representa renúncia fiscal de R$ 8 milhões por ano.

Em julho, cálculos da Agência Municipal de Regulação indicavam que a isenção poderia reduzir a tarifa em R$ 0,14, de R$ 2,75 para R$ 2,61. No entanto, o prefeito autorizou o aumento para R$ 2,90 e depois, a redução.

Câmara vai homenagear 84 pessoas em sessão do aniversário de 118 anos
A Câmara Municipal de Campo Grande vai homenagear 84 pessoas em sessão solene na próxima quarta-feira (dia 23). Na ocasião, a partir das 19h, serão ...
Moreira Franco: MP das Rodovias dará segurança jurídica e resolverá problemas
O ministro da Secretaria Geral da Presidência, Moreira Franco, afirmou que a MP das Rodovias vai garantir condições de investimento nas concessões at...
Puccineli diz que é candidato a presidente do partido em MS se for consenso
Só se for sem disputa. É assim que o ex-governador de Mato Grosso do Sul, André Puccinelli (PMDB), quer disputar o comando da legenda no Estado, nas ...



ESTÁ MAIS DO QUE PATENTE QUE ESSE PREFEITO REALMENTE NÃO FAZ NADA....NEM LICITAÇÕES...KKKKKK
 
ALICIO MENDES em 30/10/2013 08:58:09
A mudança chegouuuuuuuuuu, rsrsrsrsrrs. Só rindo mesmo, porque nós ainda vamos chorar muito, é muita incompetência, nosso prefeito acha que administra uma cidade do tamanho de CG no face, fazendo propaganda em radio e com toda a arrogancia que até o Azambuja já afirmou que ele tem, (ou seja, não é perseguição como as bernaldetes teimam em afirmar), há, já estava me esquecendo de outra forma de governar de nosso prefeito, levando a assessora dele cantar no Ratinho (kkkkkk). Prova que ele muito bom..apenas como radialista!!!!
 
joão almeida em 30/10/2013 08:52:04
O Bernal, colocou adesivos nas placas das ciclovias demoliu a cidade do Papai Noel,alegando que aquilo era para alguém que queria brincar de casinha,e ELE que ate agora nao fez nada, e só esta brincando com a cidade,como se fosse um tabuleiro de xadrez, Bernal,o Felix,da novela das 9,foi mais inteligente que vc na administração do hospital,indo atras dos competentes que o pai havia manda embora. Bernal use de inteligencia...
 
Maria Betencur em 30/10/2013 08:36:17
Bom pessoal ninguém está se atentando ao aumento do combustível, IPTU entre outros. Enquanto um abaixa 5 centavos outros estão tendo aumento de 300%. Se continuar assim vamos trabalhar só para pagar impostos e não tendo direito algum. Acorda Campo grande e Brasil.
 
WILLYANS ALBINO DE OLIVEIRA em 30/10/2013 08:34:51
5 CENTAVOS? uau! com essa economia vou comprar um playstation 4 em breve.
 
Cyro Escobar em 29/10/2013 16:54:15
A competencia deste prefeito é igual a redução da tarifa 0,05.
Acorda CG............................
 
Joaõ modesto em 29/10/2013 16:50:28
O prefeito e vereadores poderiam aproveitar o momento para uma redução mais substancial que promoveria inclusive uma maior demanda de viagens de onibus .
Bastaria alterar o criterio de grautuidade para aqueles estudantes carentes. Os que tem pai rico podem e devem pagar pois hoje que está pagando por ele ´´e o trabalhador mais pobre que nem carteira assinada ou vale transporte tem. É muitoooooo injusto.
Retire das receitas destinadas a Educação e pagem o passe do estudante . A tarifa hoje seria algo em torno de R$ 1.60 , Não seria muito bom?
 
ariel serra em 29/10/2013 15:19:22
Ao que parece, a ÚNICA coisa que o Sr. Alcides Bernal fez rapidamente foi tentar apagar os indícios da administração anterior, como colocar adesivos nas placas das ciclovias e agora demolir a Cidade do Natal...
 
claudio fernandes em 29/10/2013 15:16:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions