A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

15/02/2013 20:30

Bernal pede “voto de confiança” e servidores desistem de greve

Nyelder Rodrigues e Nícholas Vasconcelos
Líder do Prefeito na Câmara, vereador Marcos Alex (PT) participou da assembleia, ao lado do presidente do Sisem, Marcos Tabosa (Foto: João Garrigó)Líder do Prefeito na Câmara, vereador Marcos Alex (PT) participou da assembleia, ao lado do presidente do Sisem, Marcos Tabosa (Foto: João Garrigó)

Pelo por enquanto, não haverá greve entre os servidores municipais de Campo Grande. A decisão foi tomada durante assembleia nesta noite, na sede do Sisem (Sindicato dos Servidores Municipais).

“O Bernal pediu voto de confiança, e disse que será o melhor prefeito possível para o servidor público”, afirmou o presidente do Sisem, Marcos Tabosa, que se reuniu com Alcides Bernal (PP) e o líder do prefeito na Câmara dos Vereadores, Marcos Alex (PT), antes da assembleia.

Todo o problema começou após Bernal suspender o pagamento de gratificação referente ao Profuncionário (Programa de Formação Inicial em Serviço dos Profissionais da Educação Básica dos Sistemas de Ensino Público).

De acordo com o Tabosa, não foram pagas gratificações a 450 servidores, sendo 400 administrativos da Educação e 50 funcionários da Central de Atendimento ao Cidadão. Os abonos vão de R$ 150 a R$ 300.

Uma comissão foi formada para avaliar o benefício, com cinco servidores e o secretário de Administração, Ricardo Ballock, mas o sindicato não havia concordado. Durante o encontro desta sexta, ficou definido que serão incorporados a comissão outros quatro pessoas. Serão três servidores e outro técnico indicado pelo sindicato.

Discussão – Durante a assembleia, o clima entre os servidores chegou a ficar tenso em determinados momentos, e alguns deles questionaram o presidente Marcos Tabosa quanto a mudança de posicionamento e estratégia.

Um servidor chegou a dizer que “já demos o voto de confiança na urna. Eu mesmo dei esse voto de confiança”, enquanto outro, que trabalha na Central de Atendimento ao Cidadão, afirmou que, se tivesse que houver negociação antes da greve, ela deveria ter sido feita antes “Se tivesse que negociar, que negociasse nestes últimos 30 dias”, reclamou.

Revisando benefício até março - O vereador Marcos Alex participou da assembleia no Sisem com os servidores, e contou que Bernal não renovou o benefício do Profuncionário por questão de insegurança jurídica, já que ele não tinha certeza do conteúdo do mesmo, e por isso agora ele está sendo analisado.

Na próxima segunda-feira (18), haverá mais uma reunião para discutir o Profuncionário, informou Tabosa. Ele também disse que Bernal pediu até março para resolver a questão, e que o sindicato decidiu pela não greve pois considera um avanço a iniciativa do prefeito em conversar com o Sisem, tendo ele reconhecido a gravidade da situação.

Marcos Alex revelou durante a assembleia que vai levar a questão até a Câmara Municipal e vai buscar com os outros vereadores converter o decreto em lei, ficando assim a incorporado o Profuncionário ao salário sem que possa ser retirado em situações semelhantes como a de agora.

“Abrimos um canal de negociação para a Prefeitura buscar uma solução para esse problema”, afirmou Alex .

Câmara dos Vereadores – Já quanto a governabilidade de Bernal, mesmo com a minoria na Câmara, Alex acha que ainda é precipitado dizer que ele não vai conseguir governar.

“Está cedo para falar disso. Assim como hoje foi resolvido, confiamos na capacidade de articulação e diálogo, e por isso estamos otimistas”, opinou o vereador, que ainda acrescentou. “Vamos buscar uma relação amistosa, garantindo independência dos poderes, e de forma harmoniosa”.

Justiça marca para 20 de fevereiro interrogatório de Lula na Zelotes
A Justiça Federal em Brasília marcou para o dia 20 de fevereiro de 2018 os interrogatórios do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de seu filho ...
Senado aprova desconto de dívidas de produtores rurais e texto segue para sanção
O Senado concluiu a votação, nesta quinta-feira (14), do projeto que permite a renegociação das dívidas de produtores rurais, estabelecendo descontos...


Quero ver como sera com os professores.... quero so ver...
 
Paulo Lopes em 17/02/2013 08:50:13
O Prefeito Bernal, deveria rever a questao do reajuste do Procuradores Municipais e dos Fiscais de Rendas, que receberam um reajuste de salarios nao condizentes com suas capacidades profissionais, foram feitas somente por questoes policiticas, pois o atual presidente da camara e fiscal de renda da prefeitura. Os procuradores municipais, alguns realmente fazem jus, ao reajuste mas outros devereiam ter vergonha na cara e nao se intitular como procuradores. Agora vem e tira o pouco daqueles que realmente trabalha e muita injustica, sem dizer que esse reajuste dado a essa pequena categoria, ira com certeza refletir, na data base dos servidores, que realmente conduzente a maquina administrativa.
 
eduardo costa em 16/02/2013 12:02:34
então o todo poderoso prefeito pediu arrego?e ainda não teve como articular a greve sendo obrigado a chamar o vereador Alex, alguém mais hábil. Definitivamente o Bernal é um coitado, vítima de sua arrogância.Teve coragem de processar um coitado de um caminhoneiro que enviou uma mensagem e não teve coragem de enfrentar uma greve de funcionários?Porque não esperou a greve acontecer e aí acionava o Ministerio Publico?
 
Carlos Henrique em 16/02/2013 08:37:59
Gente de onde vocês acham que eles iam tirar recursos para aumento escandaloso de salário dos Vereadores, Prefeito, vice, e Fiscais, claque dos pobres coitados do servidores menores... e você que votou no Bernal tomou um tapa na cara!!!!
 
Alexandre Rios em 16/02/2013 08:28:17
VIU COMO É FACIL TODO MUNDO TEM SEU PREÇO, MUDA DE OPINIÃO RAPIDO EM
PORQUE O PREFEITO NÃO CONTINUOU PAGANDO E ANALISANDO, SE O ANTIGO PREFEITO PAGAVA É SINAL QUE NÃO TEM PROBLEMA NENHUM, OU NÃO EXISTE A LEI DE RESPONSABILIDADE FISCAL.
ESSE PRESIDENTE DO SINDICATO MUDA RAPIDO DE OPINIÃO, NÃO TEM QUE TER ACORDO COM A PREFEITURA, PORQUE NÃO CONTINUOU PAGANDO O SALARIO PARA DEPOIS RESOLVER, PERGUNTA PARA O PREFEITO PORQUE O SALARIO DELE ELE PAGOU CERTINHO, SENDO QUE ELE MESMO NÃO QUERIA O AUMENTO, MAS O DELE ELE NÃO ERRA. FUNCIONARIO PUBLICO, PEDIU MUDANÇA, MAS O TIRO SAIU ERRADO, SE TAVA RUIM IMAGINA AGORA O QUE VAI FICAR. E O BERNAL?
 
LUIS TOCANTINS em 16/02/2013 07:42:00
Bernal ta fazendo tudo aquil oque criticou o PMDB , sendo ditador, arrogante só que nao tem apoio do legislativo, vamos ver até quando aguenta?
E ou tra, francamente em SISEM, esperava mais de vc, disse que nao negociava, por um servidor que ganha salario minimo vai ficar 3 meses sem receber esse abono que é direito.
Posso estar enganado, mais com esse sindito nao vamos ganhar nada, sou Guarda Municipal, por isso estamos correndo atras pra criar o nosso
 
Renato Perrone em 16/02/2013 03:49:05
vamos esperar, só nos resta esperar se ele cumprirá com todas as suas promessas políticas, não só com o setor administrativo, mas também no geral. sou AGENTE DE SAÚDE e quero ver quando ele vai pagar a nossa produtividade que prometeu durante a campanha.
só não podemos deixar o prefeito esquecer igual ao prefeito passado que leis são feitas para serem cumpridas, como a do pró- funcionário também temos a da produtividade dos agentes de saúde...só isso mesmo, vamos aguardar pra ver o que vai dar, mas só sei de uma coisa, se com essa ameaça der certo, vamos ver quando td parar de uma vez.
 
alex alves em 15/02/2013 23:16:45
Acho é pouco!!!
 
LUCI FERREIRA em 15/02/2013 23:16:11
A assembléia geral para tratar da deflagração de uma greve no início da gestão do Prefeito Alcides Bernal não aconteceu porque a mobilização foi esvaziada pelo Executivo Municipal, com a criação da Comissão composta pelo Vice-Presidente do SISEM Rodolfo Carlos Ferreira e mais três companheiros de lutas, sob a presidência do Secretário Municipal de Administração, com a missão de apresentar uma solução que incorpore à remuneração dos servidores atingidos, o incentivo correspondente ao Profuncionário. Tabosa, pego de surpresa, não teve outra alternativa a não ser "jogar a toalha" e humildemente procurar o Prefeito Alcides Bernal para, tardiamente, conversar, e encontrar uma saída honrosa para minimizar o desgaste de sua questionada liderança. Parabéns, Prefeito!
 
oscar mendes - Tesoureiro Geral do SISEM em 15/02/2013 23:10:43
Bernal tentou resistir a pressão até onde pode, mas teve que OBRIGATORIAMENTE se render!! Já não tem apoio da Câmara, não sabe usar política com outros políticos, não tem valorizado os Funcionários Públicos, mexeu da data e valor do pagamento, e já ganhando muito descredito de seu eleitorado... se viu solitário num navio a deriva!! Realmente ele teria que se render de alguma forma, ou pedir para sair!! MAS, ainda assim, não consigo confiar nesse sujeito, isso para mim é o famoso truque de "ganhar tempo"... Olhos Abertos população!!
 
Marcelo Batio em 15/02/2013 22:42:34
É.. o Tabosa eu já o conheço de longas e longas datas.. CAMALEÃO!!!!
 
Gilson Giordano em 15/02/2013 21:49:19
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions