A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/09/2013 10:43

Bope e Tropa de Choque vão atender 44 municípios fronteiriços, diz governador

Graziela Rezende
Governador em solenidade no Palácio Tirantes. Foto: Marcos Ermínio.Governador em solenidade no Palácio Tirantes. Foto: Marcos Ermínio.

Ao assinar decretos que criam três novos batalhões no Estado, incluindo o Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais), o governador André Puccinelli (PMDB) ressaltou em solenidade ocorrida na manhã desta sexta-feira (6), que a estrutura também atenderá 44 municípios fronteiriços.

“Iremos convocar o número de policiais necessário para fazer esse trabalho. Nós fizemos muito pela segurança pública de Mato Grosso do Sul, uma das nossas prioridades desde 2007, quando assumimos a gestão. Porém, temos que trabalhar muito até o final do ano que vem, já que as cobranças não vão parar em função desses três novos batalhões”, afirma o governador.

O Bope, por exemplo, é uma estrutura pleiteada há dez anos, de acordo com o major Marcos Paulo Gimenez, comandante da Cigcoe. “Agora teremos uma estrutura até seis maior para atender casos de alta complexidade, como possíveis rebeliões em presídios, marginais homiziados (escondidos no mato), explosivos e atendimento a reféns, por exemplo,”, afirma Gimenez.

O Bope será coordenado pelo tenente-coronel Luiz Antônio Sá Braga. Já o Batalhão de Trânsito substitui a Ciptran (Companhia de Polícia Independente de Trânsito). A 1ª Cia será a Guarda e Escolta em Campo Grande; a 2ª será a Cia de Bonito, a 3ª Cia em Maracaju, que também atende Nova Alvorada. Já a 4ª Cia será em Amambaí, para atender também a cidade de Coronel Sapucaia e por último a Cia de Chapadão de Sul, a 321 quilômetros da Capital.

Os eventos fazem partes das comemorações de 178 anos da PM/MS, com solenidades e eventos que seguem até o dia 30 de setembro.

Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
Assembleia vota Orçamento de R$ 14,4 bilhões de 2018 na terça-feira
O Orçamento de R$ 14,4 bilhões do Governo de Mato Grosso do Sul para 2018 passará pela votação em segunda discussão na terça-feira (19) na Assembleia...


Se fez muito eu ainda não vi, e Corumba oq vossa exelencia fez pela segurança? NADA, pelo amor de Deus para com essa enganação, Corumba esta a merce da marginalidade. liga na policia ela diz que não tem estrutura não tem combustivel etc..... Afinal quem esta mentindo. o senhor governador ou o comando da policia?........ com a palavra o senhor GOVERNADOR.
 
carlos ortiz em 06/09/2013 13:08:33
Realmente estava precisando mesmo melhorar os batalhões, a criminalidade em Campo Grande e no estado aumenta a cada dia.
 
Marcos Wild em 06/09/2013 12:49:23
E Paranaiba??? Nada!!! A criminalidade da cidade só aumenta. A cidade esta virando uma terra sem lei, pessoas são assassinadas, menores assaltando a mão armada em plena luz do dia. André olha para nos tbm. Nao adianta vir aqui só para passear e tirar fotos.
 
ELIETE GOMES DA SILVA em 06/09/2013 11:24:49
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions