A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

11/07/2013 14:39

Câmara aprova, por unamidade, empréstimos de R$ 432 milhões

Zemil Rocha e Jéssica Benitez
Vereadores discutindo os dois projetos durante a sessão desta quinta-feira (Foto: Cleber Gellio)Vereadores discutindo os dois projetos durante a sessão desta quinta-feira (Foto: Cleber Gellio)

A Câmara de Campo Grande aprovou nesta quinta-feira, após dois turnos de votação, os projetos de empréstimo de R$ 432 milhões, junto à Caixa Econômica Federal, para a mobilidade urbana e pavimentação asfática. Após muita polêmica sobre os projetos e queixas do prefeito Alcides Bernal (PP) sobre a demora na tramitação da matéria, os dois projetos tiveram aprovação unânime.

Na sessão, 27 dos 29 vereadores estavam presentes em plenário, sendo que 26 votaram a favor dos empréstimos. O presidente da Câmara, Mario Cesar (PMDB), que comandou a sessão, em geral não vota nas sessões, a não sem em caso de desempate, o chamado “voto minerva”. Não estavam presentes na sessão os vereadores Elizeu Dionízio (PSL), relator da CPI da Saúde, que estava recebendo documentação sobre as investigações, e Edson Shimabukuro (PTB).

Na primeira votação, a oposição fez questão de declarar voto, ressaltando que os projetos foram elaborados na gestão passada, de Nelsinho Trad (PMDB). “Não é novidade que o projeto nasceu na administração passada e os vereadores, principalmente os veteranos, sabem disso”, afirmou o vereador Flavio Cesar, que foi líder de Nelsinho na Câmara até o final do ano passado. “O atual prefeito sempre fala que alguns vereadores atrapalham a sua administração. Hoje é mais uma testemunha de que trabalhamos pelo povo de Campo Grande”, acrescentou.

Airton Saraiva (DEM) ressaltou o fato de que a gestão passada deixou a Prefeitura de Campo Grande com “as contas redondinhas”, já que a obtenção do aval bancário e de Brasília seriam prova dessa regularidade. “É ato de responsabilidade de Nelsinho”, elogiou.

Já os integrantes da bancada governista, fiel ao prefeito Alcides Bernal (PP), agradeceram o apoio dos demais vereadores e ressaltaram a importância do empréstimo, sem deixar de enfatizar os méritos da gestão passada na conquista desses recursos. Os vereadores Marocs Alex (PT), lide do prefeito Bernal na Casa, Gilmar da Cruz (PRB), e Luiza Ribeiro (PPS), parabenizaram a gestão anterior e a equipe técnica de Nelsinho Trad.

Antes de começar a sessão de votação dos empréstimos, o vereador Paulo Siufi (PMDB) chegou a pedir suspensão da análise dos projetos, alegando que algumas dúvidas não teriam sido sanadas pelo secretário municipal de Infraestrutura, Habitação e Transporte, Semy Ferraz. Seu apelo acabou sendo solitário, sem conseguir convencer os demais colegas a adiar a decisão sobre os dois projetos.

Projetos – A maior parte dos recursos dos empréstimos, R$ 300 milhões, será para pavimentação asfáltica em Campo Grande, com o projeto elaborado ainda na administração de Nelson Trad Filho.

Os outros R$ 120 milhões, previstos no segundo projeto, são relativos a investimentos em asfalto e mobilidade urbana em Campo Grande. A ideia é usar o dinheiro no setor de transporte coletivo, para recapear avenidas e ampliar o número de terminais do transporte coletivo e instalar pontos de ônibus. A proposta é construir quatro novos terminais nos bairros Tiradentes, São Francisco e Parati, além de um na avenida dos Cafezais.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...


O Sr. Paulo tem uma dificuldade entender tudo assim abertamente né, coitado! Que seja o ultimo mandato de muitos que estão aí. Devemos renovar 100% isso na próxima eleição.
 
luiz alves em 12/07/2013 08:02:55
É recurso da "mãe" CEF, então nem precisa pagar.
Mas que todos vão pegar um tantinho, ah isso vão.
 
Reinaldo Sandim em 11/07/2013 21:37:22
ESSES NOBRES VEREADORES PARECEM QUE VIVEM NO MUNDO DA LUA....... É LOGICO QUE TUDO QUE ESTA SE VOTANDO NESSE ANO É COISA DO ANO PASSADO POIS VIVEMOS DO ORÇAMENTO DE 2012............ QUE OS VEREADORES VOTARAM:...... NA CPI DA FALTA DE PAGAMENTO DEVERIA ABRIR OS CONTRATOS PASSADO AI SIM EU DARIA CREDIBILIDADE AOS SENHORES.... O ZECA DO PT JÁ MEXEU NA FERIDA NA LICITAÇÃO DO TRANSPORTES E SÓ TER CORAGEM E AVANÇAR NAS INVESTIGAÇÕES..... COM 6 ÔNIBUS NÃO CONSEGUE PARTICIPAR DE UMA LICITAÇÃO NEM NO MENOR MUNICÍPIO DE MS.... SÓ EM CG MESMO...........KKKKKKKKKKKK
 
Domingos Martins em 11/07/2013 18:58:41
Será que agora será realizado o asfalto restante do bairro cidade morena que o governo passando veio na casa de um morador do bairro e prometeu com todas as letras que até o final de 2012 o bairro todo seria asfaltado estavam presente dois vereadores e uma vereadora que se dizem autores desse requerimento. Agora espero que os dois vereadores que não eram vereadores na época e agora são. E são representantes da região possam fazem alguma coisa pela cidade morena. Já que tem o dinheiro que eles aprovaram hoje.
 
victor magnus em 11/07/2013 18:28:37
COM ESTA BOLADA TODA VAI SOBRAR DINHEIRO PARA OPOSIÇÃO, SITUAÇÃO, EM CIMA DO MURO, TIOS E TIAS
 
paulo souza brasil em 11/07/2013 17:25:43
NAO FIZERAO MAIS QUE A OBRIGAÇAO DELES POIS E PRA ISSO QUE PAGAMOS ESTES ALTO SALARIO,
 
Agnaldo Silva em 11/07/2013 16:01:05
Não quero ser pessimista, mas infelizmente não vejo com bons olhos este empréstimo. Porque não tentar via repasse do governo federal? Campo Grande vai contratar uma dívida que foge de sua capacidade financeira. Bom, quem sou eu para fazer vale minha opinião.
 
Marcos Batista em 11/07/2013 15:40:41
qundo o negocio e dinheiro viu como anda rapido aprovado por todos e o fim da picada
 
JOAO BATISTA em 11/07/2013 15:40:03
Agora vai, meu bairro enfim asfaltado, são 20 anos de luta, agora só depende do Bernal cumprir o que nos prometeu em campanha, inclusive na minha casa, "ASFALTAREI TODA REGIÃO DO LAGOA, INCLUO OS OLIVEIRAS 1,2 E 3 COMO PRIORIDADE, NÃO PODE UMA REGIÃO CERCADA DE INFRAESTRUTURA, DO LADO DO AEROPORTO FICAR NESTA SITUAÇÃO" estas são palavras de Bernal que tenho gravado em HD, agora vamos aguardar, que DEUS abençoe a todos, estamos de olho.
 
JOÃO SOUZA GURGEL em 11/07/2013 15:29:21
Nossa, muito rapido em ? eles não estavam trocando "farpas" ?
foi Unanimidade a coisa.. sei não
 
Antonio F. Filho em 11/07/2013 15:28:40
Ninguém fez favor para ninguém, apenas estão cumprindo com seus deveres institucionais. O Prefeito, dando continuidade em projetos iniciados anteriormente, seja na gestão passada, antepassada, pretérita, o que for, pois administrador com responsabilidade e ética tem que fazer isso mesmo e não ficar torrando o dinheiro público com novos e inúteis projetos, somente para ser o "pai da criança"... e suas Excelências, os Edis - não é a toa que têm esse nome - não fizeram mais que obrigação em aprovar tais projetos, finalmente estão começando a trabalhar!
 
Jair Flores em 11/07/2013 15:16:39
Não aprovar esses 2 projetos seria dar um tiro no próprio pé, para alguns dos vereadores presentes na sessão
 
Flávio Márcio em 11/07/2013 15:13:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions