A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/02/2013 15:30

Câmara vai mostrar a Bernal que está "unida"; só Mário César falará

Josemil Rocha
Mário César quer otimizar sessões solenesMário César quer otimizar sessões solenes

O presidente da Câmara de Campo Grande, Mário César (PMDB), disse, há pouco, que o Legislativo Municipal vai demonstrar amanhã, na sessão inaugural da 9ª Legislatura, que os vereadores estão unidos. Durante essa sessão, apenas Mário César falará em nome dos vereadores, após o pronunciamento do prefeito Alcides Bernal (PP).

“Vamos fazer uma fala branda e demonstrar que o Legislativo está unido em prol de Campo Grande. Não há tensionamento nenhum em relação aos vereadores”, afirmou Mário César esta tarde. “Só o presidente falar em nome de todos os vereadores foi privilégio que os colegas me deram para mostra que a Câmara está unida, defendendo os interesses de todos os segmentos da nossa comunidade, com os vereadores representando à altura”, declarou.

Logo depois da inauguração da 9ª Legislatura, haverá sessão normal e aí sim ocorrerão os pronunciamentos dos líderes partidários. “A gente se despede das autoridades e começa em seguida a sessão, com abertura da palavra livre aos vereadores”, informou o presidente. Não tem projeto nenhum em pauta.

Com relação a Bernal, o vereador Mário César afirmou que não vai mudar o tom do seu discurso. “Tudo que a Câmara puder fazer para ele ter sucesso na administração, vamos fazer”, garantiu ele.

Indagado sobre futuras providências quanto aos remanejamentos feitos por Bernal na execução do Orçamento de Campo Grande, Mário César afirmou que já recebeu as justificativas do prefeito. “Estou analisando e, se a resposta não for plausível, a Câmara vai resolver o que deverá ser feito”, declarou o presidente. E esse anuncia já deve ser feito na sessão de amanhã.

Enxugamento de sessões solenes

Esta manhã, o presidente da Câmara esteve reunido com os demais vereadores para discutir mudanças no Regimento Interno da Casa. “Estamos estudando fazer mudanças nas sessões solenes porque temos alguns problemas de datas”, revelou Mário César.

A intenção, segundo ele, é otimizar as sessões solenes, que somaram quase 30 no ano passado. “Por exemplo, temos o Dia da Comunidade Partuguesa, da Italiana, Armênia, Palestina. A idéia é ter uma só sessão em homenagens às comunidades dessas nações”, explicou.

 



Será q vai Abrir Mão Do Salario q Aumentaram..?
Poderia Ganhar Apenas um salario Minimo..
Tava de bom tamanho p Todos..
Quero Ver ...
Só Pobre Não Podi reclamar ...
 
Fábio Souza em 19/02/2013 00:57:27
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions