A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Abril de 2018

09/04/2012 14:57

Candidatura própria do PMDB ainda não é consenso em Dourados

Wendell Reis

Ex-secretário de Planejamento defende aliança com Murilo Zauith

O deputado federal Geraldo Resende (PMDB) deve ter problemas caso vença a pesquisa do partido e seja declarado pré-candidato do PMDB em Dourados. Embora lidere as pesquisas na disputa com o deputado federal Marçal Filho (PMDB) e a vereadora Délia Razuk (PMDB), Geraldo enfrenta resistência de filiados ao partido que são contra a candidatura própria.

O ex-secretário de Planejamento do prefeito Murilo Zauith (PSB), Antônio Nogueira, entende que o escolhido do PMDB deve vencer nas convenções para ser oficializado. Além disso, defende a inclusão da possibilidade de aliança nas opções do partido no dia da convenção.

Nogueira acredita que o Município de Dourados deveria reeleger Murilo Zauith para não passar por mais uma “turbulência política”. Ele alega que Geraldo Resende está impondo seu nome sem ter passado pela convenção do partido.

O peemedebista acusa Geraldo Resende de “forjar” assinaturas na reunião realizada no ano passado, quando o partido teria decidido por candidatura própria. Caso o partido insista em fazer pesquisa para escolher o candidato, ele quer uma transparência maior, para o nome não descer “goela abaixo”.

No entendimento de Nogueira, o deputado federal Geraldo Resende está levando o presidente estadual do PMDB, Esacheu Nascimento, a “falar coisas que não são boas para a democracia do partido”. Hoje Esacheu confidenciou ao Campo Grande News que Geraldo Resende lidera a pesquisa encomendada pelo partido para escolher o candidato em Dourados.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions