A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/04/2015 17:56

Cargos federais serão definidos após 2º e 3º escalão, diz Delcídio

Kleber Clajus
Uma das propostas do senador é renovar os cerca de 40 cargos federais no Estado (Foto: Cleber Gellio/Arquivo Campo Grande News)Uma das propostas do senador é renovar os cerca de 40 cargos federais no Estado (Foto: Cleber Gellio/Arquivo Campo Grande News)

A nomeação para cargos federais, em Mato Grosso do Sul, só deve ser iniciada após definição dos segundo e terceiro escalão no Governo Federal. Informação contrária, conforme o senador Delcídio do Amaral (PT), não passa de especulação.

“De prático não tem nada, porque não adianta começar do fim para o princípio. O importante é definir segundo e terceiro escalão a partir da semana que vem”.

Equipe do petista levantou que no Estado existem mais de 40 cargos federais que, em sua maioria, possuem pessoas há mais de 20 anos na função. Uma das propostas consiste em renovar os quadros mediante articulação e decisão coletiva da bancada federal e de todas as lideranças do PT.

O cargo de superintendente do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), no entanto, possui agravante de estar vago desde o fim de março. Isso porque o servidor aposentado do órgão, Carlos Antônio Marcos Pascoa, foi demitido após escândalo de buracos na BR-267 sendo tapados com concreto por policial rodoviário federal diante de falha na manutenção da rodovia.

“É um dos cargos de maior relevância e as experiências com nomes de fora não foram boas e não podemos errar diante dos projetos de logística a serem implementados no Estado. Porém, não pode se estender por muito tempo”.

Aliados e indicados – Anteriormente o senador já havia declarado que o PMDB estadual não tinha “a mínima” condição de fazer indicações, uma vez que apoiou o candidato à presidência e senador Aécio Neves (PSDB) na eleição do ano passado. O perfil de oposição de parlamentares sul-mato-grossenses ao governo federal também seria ponto de dificuldade no processo.

Já entre os petistas, um dos cotados a assumir cargo na vice-presidência dos Correios é o ex-deputado Antônio Carlos Biffi (PT).

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions