A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

17/09/2015 09:32

Chapas para eleição da OAB/MS devem ser definidas até 21 de outubro

Leonardo Rocha
OAB-MS publica datas sobre período eleitoral para escolha de nova diretoria (Foto: Marcos Ermínio)OAB-MS publica datas sobre período eleitoral para escolha de nova diretoria (Foto: Marcos Ermínio)

A OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil MS) publicou hoje (17), resolução que estabelece período de registro da chapas e dia da eleição para escolha do novo presidente e diretoria da instituição, que vai ocorrer em 20 de novembro deste ano.

Os candidatos poderão registrar suas respectivas chapas assim que o edital da eleição for publicado, no dia 25 de setembro, sendo que após o registro, os postulantes a vaga de presidente já podem começar a fazer campanha, buscar votos e promover debates e discussões com os advogados de Mato Grosso do Sul.

A seccional de Mato Grosso do Sul estabeleceu o prazo limite de até o dia 21 de outubro para que os candidatos registrem a chapa, quase um mês antes da eleição. Para compor a chapa este é precisa ser advogado inscrito na Ordem, estando em dia com as anuidades e não ocupar cargos ou funções incompatíveis com a advocacia.

Este precisa exercer a profissão há mais de cinco anos, excluindo período de estágio, sendo a Comissão Eleitoral a responsável por exigir tal comprovação. Deverá ser publicado em até 24 horas, depois do prazo encerrado, a relação das chapas com suas composições.

Campanha - Depois do pedido de registro, o candidato poderá receber doação de campanha de advogado, sendo vedada esta ação por pessoas físicas que não exerçam tal profissão, ou qualquer pessoa jurídica, sob pena de cassar o mandato e indeferir a chapa.

A chapa poderá promover a divulgação das propostas, após o protocolo de registro, tendo esta propaganda a finalidade de debater ideias relacionadas a Ordem, sendo vedada a abordagem de temas para comprometer a dignidade da profissão ou da instituição.

Esta divulgação pode ser feita por meio de cartas, mensagens eletrônicas, aplicativos de celulares, cartazes, faixas e outras ações, assim como redes sociais na internet e elaboração de sítios eletrônicos.

Eleição – No dia da eleição, o candidato pode abordar os eleitores para pedir voto fora do recinto eleitoral, não sendo permitido a contratação de terceiros para fazer esta prática, assim como proibida a propaganda nos prédios onde existirem salas de votação.

Esta eleição poderá ser feita com urna eletrônica ou cédula, se for no primeiro caso os candidatos serão identificados pela foto e nome, bem como seus respectivo número. O eleitor poderá votar no local que for designado, não podendo ser feita em “trânsito”.

Qualquer recurso sobre o resultado da eleição deve ser feito depois da proclamação, por meio de manifestação escrita ou oral, com registro na ata final, seguindo então os procedimentos e prazos determinados pela entidade. Só estará pato aquele advogado que estiver em dia com suas obrigações, quitando suas anuidades até 30 dias antes da eleição, ou seja 21 de outubro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions