ACOMPANHE-NOS    
MARÇO, SEXTA  05    CAMPO GRANDE 21º

Política

Com Ben-Hur Ferreira, coluna 'Tá Falado!' estreia na próxima segunda

Nova coluna do Campo Grande News vai contar com lives, podcasts e vários conteúdos sobre o jogo eleitoral em 2020

Por Nyelder Rodrigues | 02/10/2020 15:33
Ben-Hur é quem vai mediar as lives e comandar a nova coluna no Campo Grande News (Foto: Lucas Zago)
Ben-Hur é quem vai mediar as lives e comandar a nova coluna no Campo Grande News (Foto: Lucas Zago)

Debater política. A prática que para uns pode soar como maçante, para outros é praticamente um elixir dos deuses. E é pensando nesses dois públicos que a partir de segunda-feira (5) o Campo Grande News promove a coluna Tá Falado!, que será comandada por alguém que experimentou a política lá dentro, por muitos anos: Ben-Hur Ferreira.

"Vivenciei intensamente a política. Foram seis eleições em 10 anos, de 1992 a 2002", comenta o ex-vereador, deputado estadual, deputado federal e ex-candidato a prefeito de Campo Grande, longe das urnas há 18 anos, mas sempre acompanhando de perto a movimentação política local.

O início da carreira de Ben-Hur na política teve como influência a participação ativa de sua mãe na igreja e sua adolescência como seminarista, o que lhe rendeu a facilidade de oralizar ideias e transmiti-las com clareza. Durante os anos 80, foram anos de estudos na antiga Fucmat (Faculdades Unidas Católicas de Mato Grosso), hoje UCDB.

"Formei em Filosofia e depois em Direito, sendo que meu último Filosofia eu estudava de manhã e à noite cursava já o primeiro ano de Direito. Terminei tudo em 1987 e fui fazer mestrado na PUC (Pontifícia Universidade Católica) de São Paulo por dois anos. Voltei em 1990 e assumi uma cadeira como professor na própria UCDB, onde estou até hoje", conta Ben-Hur.

De lá pra cá, são 30 anos como professor de Direito Constitucional, mais um ponto interesse no currículo do novo colunista do Campo Grande News, que ingressou em 1992 foi eleito vereador em sua primeira disputa eleitoral, galgando postos a partir daí.

Hoje coordenador da Escola do Poder Legislativo e integrante da mesa de debatedores do programa Tribuna Livre, da rádio Capittal FM, Ben-Hur Ferreira quer transformar suas experiências na prática em conteúdo relevante no Tá Falado!.

"Tudo o que vivi me enriquece como professor e também como comunicador. Sempre fui um orador muito inflamado, e como não tenho mais pretensão político-eleitoral, então o legado que tenho é um diferencial. A política é um espaço privilegiado debater ideias e pra mim, quem faz política tem que fazer por idealismo", frisa.

Ben-Hur é conhecido por suas ideias e militância antirracismo (Foto: Reprodução/Facebook)
Ben-Hur é conhecido por suas ideias e militância antirracismo (Foto: Reprodução/Facebook)

A cara da democracia - Desconfiar das próprias teses. Essa é uma das armas de Ben-Hur para alimentar o debate e, assim, fortalecer a democracia. "Leio de tudo e procuro me manter bem informado, prestar atenção na cena política para compreender o fenômeno política".

Para ele, a ascensão das redes sociais possibilitou que cada um consiga produzir seu próprio conteúdo sem depender da visibilidade da grande mídia, contudo, ao mesmo tempo foi esse crescimento que abriu portas para as fake news. "Diante dessa polarização, um veículo como o Campo Grande News é importante. Se fico sabendo de algo, é nele que checo a veracidade".

O objetivo do Tá Falado! nessas eleições é o de ser uma fonte segura para um debate baseado na pluralidade e respeito, levando o melhor do assunto para os leitores do Campo Grande News. Candidatos e sociedade civil serão entrevistados - na segunda-feira (5) acontece uma live transmitida no portal e no Facebook, a partir das 15h.

Os convidados são os doutores em Ciência Política e professores da UFMS (Universidade Católica Dom Bosco), Daniel Estevão e Victor Miranda. Eles vão conversar sobre "A reinvenção das eleições na pandemia". Já a partir de quarta-feira (7), a coluna dará início as entrevistas com os 14 candidatos a prefeitura de Campo Grande.

"Isso é muito a cara da democracia, que vive uma fase que precisa mostrar que é o mais eficiente dos modelos. E para sobreviver as tentativas de enfraquecimento, precisamos dar voz, questionar. Nessa primeira live vamos trazer dois cientistas políticos, dois pesquisadores. Vai ser imperdível", afirma Ben-Hur Ferreira.

Sua predileção por debates, explica ele, vem desde os tempos e movimento estudantil, quando todos tinham suas posições, mas não aceitam ingerências partidárias, e também na luta contra o racismo. Ben-Hur é um dos fundadores do Grupo TEZ (Trabalhos e Estudos Zumbi), em 1985, e do CDDH (Centro de Defesa de Direitos Humanos) Marçal de Souza, em 1986.

"Me elegi em 1992 usando um filme do Spike Lee, chamado Faça a Coisa Certa, e uma foto com as mãos para cima e bata africana. Nossa militância sempre foi bastante plural, nunca foi fechada. Fui eleito aqui justamente por causa dessa característica: capacidade de dialogar".

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade


Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário