A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

09/10/2018 15:55

Com R$ 16 milhões, Zé Teixeira é o deputado eleito com maior patrimônio

Zé Teixeira, Londres Machado e Jamilson Name lideram lista dos mais ricos. João Henrique não declarou bens e Evander Vendramini disse ter R$ 0,63

Gabriel Neris e Anahi Zurutuza
João Henrique, eleito pelo PR e neto do ex-governador Marcelo Miranda, não declarou bens (Foto: Arquivo pessoal)João Henrique, eleito pelo PR e neto do ex-governador Marcelo Miranda, não declarou bens (Foto: Arquivo pessoal)

Treze dos 24 deputados estaduais eleitos de Mato Grosso do Sul declararam patrimônio acima de R$ 1 milhão. A lista é liderada por Zé Teixeira (DEM), com quase R$ 16 milhões, seguido por Londres Machado (PSD), com mais de R$ 11 milhões, e Jamilson Name (PDT), com mais de R$ 10 milhões.

Conforme as informações que constam do portal de Divulgação de Candidaturas e Contas Eleitorais, Zé Teixeira apresentou duas propriedades rurais acima de R$ 1 milhão. Foram declaradas a Fazenda Paraíso, no distrito de Itahum, em Dourados, de R$ 6,380 milhões, e a Fazenda Nossa Senhora Aparecida, em Dois Irmãos do Buriti, de R$ 3 milhões.

Já o deputado eleito Londres Machado apresentou à Justiça Eleitoral R$ 11,2 milhões em patrimônio. Entre os bens estão um prédio comercial avaliado em R$ 580 mil e outros imóveis de R$ 1 milhão, R$ 555.178,25 e R$ 485.780,96. Ao todo, estão no nome do deputado 54 bens entre imóveis, terrenos, apartamentos e casas. O parlamentar conta ainda com 33 veículos em seu nome.

Jamilson Name declarou total de R$ 10,7 milhões em patrimônio. Entre sociedade, imóveis e veículos estão um prédio residencial avaliado em R$ 600 mil no Itanhangá Park e outro apartamento de R$ 250 mil na Rua 13 de Junho, ambos na Capital.

Somados, os 13 deputados têm patrimônio de R$ 59.099.414,31. Já com os 24 eleitos, a lista chega a R$ 63.439.340,67 de bens declarados.

A lista mais “modesta”, com patrimônio menor, tem 11 deputados eleitos. Lucas de Lima (SD), atualmente vereador de Campo Grande, apresentou R$ 3.325,53 sendo R$ 2.761,02 em aplicações. Atual presidente da Câmara Municipal de Corumbá, Evander Vendramini (PP) declarou R$ 0,63 relativos a quotas ou quinhões de capital. O advogado João Henrique Miranda Catan (PR), neto do ex-governador Marcelo Miranda, não declarou bens.

O registro dos bens teria de ter sido feito até o dia 15 de agosto, conforme prazo estabelecido pelo TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Quem não fez a declaração, segundo a Justiça Eleitoral, ou é porque não tem bens ou enfrentará problemas quando houver o julgamento das contas, segundo a assessoria de imprensa do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul).

Confira as declarações de bens de todos os deputados eleitos no infográfico abaixo:

Com R$ 16 milhões, Zé Teixeira é o deputado eleito com maior patrimônio


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions