A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

03/10/2010 07:22

Dagoberto afirma que será eleito, apesar de pesquisas

Redação

O candidato Dagoberto Nogueira (PDT) foi o primeiro candidato ao Senado a votar, pontualmente às 8 horas na Escola do Sesi, na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Ele e Waldemir Moka (PMDB) protagonizam a maior disputa desta eleição, pela segunda vaga ao Senado, voto a voto, segundo pesquisas eleitorais. Em primeiro, com ampla vantagem, está Delcídio do Amaral (PT) e em terceiro tem crescido bastante o candidato Murilo Zauith (DEM).

Dagoberto chegou de carro ao local de votação acompanhado da esposa. Antes de se dirigir à seção eleitoral cumprimentou pessoas que aguardavam em um ponto de ônibus em frente.

Apesar das pesquisas, que indicam uma pequena diferença entre ele e o segundo colocado, o candidato Waldemir Moka (PMDB), Dagoberto acredita que o resultado da apuração será diferente. "Estou confiante, apesar do resultado da última pesquisa, pelo que vi nas ruas durante a campanha", garantiu.

Segundo o candidato, a confiança supera as "truculências" que enfrentou e das denuncias de que seria "ficha suja". "Isso não procede, já que nem o Judiciário nem o Ministério Público julgaram ou investigaram. Não houve dolo, são apenas questões políticas", explica. Dagoberto respondeu processos por improbidade administrativa no período em que foi secretário de Justiça e Segurança Pública e diretor-presidente do Detran.

Dagoberto Nogueira acredita que saíra vitorioso por conta do trabalho nos projetos de redução da jornada de trabalho para 40 horas e da licença maternidade de seis meses.

Rival - Waldemir Moka (PMDB) vota ás 9h. Apesar do empate técnico na disputa pela segunda vaga ao Senado, apontado nas últimas pesquisas de opinião, o candidato da coligação "Amor, Trabalho e Fé", está apostando na vitória.

Depois de acompanhar a votação do governador André Puccinelli (PMDB) na escola Lúcia Martins Coelho, ele disse que no início havia dificuldade em Campo Grande, mas que este problema foi superado durante o decorrer da campanha.

"Algumas pesquisas nos mostram na frente e em outras estamos empatados, mas as pesquisas para consumo interno nos dão alguns pontos de vantagem, dois ou três pontos na frente", declarou.

Ele disse que seus 28 anos de trabalho "é o que está em julgamento" nesta eleição.

Maria Antonieta Amorim Trad, primeira-dama de Campo Grande e candidata a suplente de Moka, disse que o espírito que reina é o da tranquilidade.

Ela também enfatizou que as pesquisas em poder da coligação dão vantagem a Moka, principalmente no interior do Estado.

Moka concorre ao Senado com os candidatos Delcídio do Amaral (PT), que está em primeiro lugar disparado, Dagoberto Nogueira (PDT) e Murilo Zauith (DEM), que estão "embolados" na segunda colocação.

Moka vota às 9h no colégio Dom Bosco, em Campo Grande. Delcídio vota em Corumbá e Murilo em Dourados.

Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...
Governo do Estado investe R$ 9,2 milhões em infraestrutura em Caracol
Caracol vai receber mais de R$ 2,8 milhões em obras a serem executadas pelo Governo do Estado em parceria com a prefeitura e deputados federais e est...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions