A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 20 de Abril de 2018

22/09/2010 08:25

De 24 cadeiras na Assembleia, 17 devem ficar com André

Redação

As coligações Amor, Trabalho e Fé III, IV e V devem eleger 17 dos 24 deputados estaduais em Mato Grosso do Sul. A projeção é feita pelo Ipems, em pesquisa divulgada nesta quarta-feira.

A oposição, que tem Zeca do PT a frente, deve ficar com as 7 vagas restantes, divididas entre as coligações a Força do Povo I e II.

A maioria das cadeiras será Amor, Trabalho e Fé III (PMDB-PR-DEM-PSDB), segundo o Ipems, que terá 13 cadeiras na Assembléia Legislativa.

A lista dos mais citados pelos eleitores do Estado, da chapa de André Puccinelli, não demonstra renovação. Os de maior preferência do eleitorado estão na disputa pela reeleição na Assembléia.

Na relação estão Álvaro Soares (PMN), Antônio Carlos Arroyo (PR), Ary Rigo (PSDB), Carlos Marum (PMDB), Diogo Tita (PPS), Dione Hashioka (PSDB), Eduardo Rocha (PMDB) - Marido da candidata a vice-governadora, Simone Tebet, Jerson Domingos (PMDB), José Teixeira (DEM), Junior Mochi (PMDB), Lauro Davi (PSB), Londres Machado (PR), Luiz Akira (DEM), Luizinho Tenório (PTB), Mara Caseiro (PTdoB), Márcio Fernandes (PTdoB), Márcio Monteiro (PSDB), Marquinhos Trad (PMDB), Maurício Picarelli (PMDB), Nilene Badeca (PMDB), Odair Bortoloti (PMN), Onevan de Matos (PSDB), Oséas Ohara (PMDB), Osvane Ramos (PTdoB), Paulo Corrêa (PR), Professora Dulce (PSDB), Rinaldo Modesto (PSDB) e Youssif Domingos (PMDB).

Do lado do candidato Zeca do PT, os mais citados são Alcides Bernal (PP), Amarildo Cruz (PT),

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions