A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Dezembro de 2018

09/12/2017 15:44

Defensoria envia projeto para reorganizar serviços da Corregedoria

Defensor-geral, Luciano Montali, pediu regime de urgência para projeto na Assembleia

Leonardo Rocha
Luciano Montali, defensor-chefe, enviou projeto para Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)Luciano Montali, defensor-chefe, enviou projeto para Assembleia (Foto: Wagner Guimarães/ALMS)

A Defensoria Pública enviou projeto para Assembleia, para reorganizar os serviços da Corregedoria-Geral da instituição, que tem como finalidade fiscalizar as atividades realizadas pelos membros e servidores. A proposta será votada pelos deputados, no plenário do legislativo.

O defensor-geral, Luciano Montali, pediu tramitação em regime de urgência, para que a mudança na legislação seja aprovada ainda neste ano, antes do recesso parlamentar. 

Com as mudanças propostas, o defensor-geral vai continuar responsável pelas punições mais graves, como remoção compulsória e demissão, ficando a cargo da Corregedoria a aplicação de advertência, censura e suspensão de até 90 dias.

O projeto também propõe a suspensão do estágio probatório do servidor não estável que se afaste por período superior a 30 dias consecutivos ou 60 dias alternados, no período de um ano.

Também visa como medida alternativa, um TAC (Termo de Ajustamento de Conduta), a ser elaborado quando há infração administrativa disciplinar apontar ausência de lesão ao erário, em relação ao procedimento administrativo disciplinar.

A matéria segue para as comissões da Assembleia, para depois ser votada nas duas últimas semanas do ano, pelos deputados, no plenário da Assembleia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions