A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

07/10/2014 21:58

Delcídio, André e Dilma se reúnem e traçam estratégias para o 2°turno

Eduardo Penedo
André, Delcídio e Dilma se reuniram para traçar estratégias para o 2°turno. (Fotos Divulgação)André, Delcídio e Dilma se reuniram para traçar estratégias para o 2°turno. (Fotos Divulgação)

O candidato do PT ao governo do Estado Delcídio do Amaral se reuniu com a presidente Dilma Roussef para traçar a estratégia do PT e partidos aliados, entre eles o PMDB, para o segundo turno das eleições presidenciais e estaduais. A reunião aconteceu na tarde desta terça-feira (7) no Centro Empresarial Brasil 21, em Brasília. Participaram da reunião o governador André Puccinelli, o senador Waldemir Moka e a vice-governadora e senadora eleita Simone Tebet.

“Foi uma reunião excelente para harmonizar o discurso do PT e de nossos aliados. Vamos fazer comparações entre o que foi a administração do PSDB até 2002 com os governos do ex-presidente Lula e da presidenta Dilma. Mostraremos aos eleitores os ganhos extraordinários dos últimos 12 anos, como o crescimento real do salário mínimo, a redução do desemprego, os programas sociais - o Bolsa Família, o Pro Uni e o Minha Casa Minha Vida - a extensão do crédito às camadas mais carentes da população e, principalmente, a ascensão social de 40 milhões de famílias”, revelou Delcídio.

Enquanto em Brasília, Delcídio, André e Simone se reuniram com a Dilma para traçar estratégias para o segundo turno. Já em Campo Grande, Zeca do PT, Dagoberto Nogueira (PDT), Cabo Almi (PT), Pedro Kemp (PT), Ricardo Ayache (PT), Paulo Pedra (PDT) e Alceu Bueno (PSL) comandaram reunião para formatar como trabalharão nessa segunda fase das eleições.

O PT no Estado promete toda a militância nas ruas e não dar moleza aos adversários e escalou os principais líderes para virar o jogo em Campo Grande e Dourados, principais colégios eleitorais de Mato Grosso do Sul.

Zeca e Ayache foram escalados para virar o jogo eleitoral na Capital. Ao mesmo tempo, o candidato a vice de Delcídio, o deputado estadual Londres Machado (PR), recebeu a missão de acumular votos em Dourados, onde o PT também perdeu no primeiro turno.

Ao mesmo tempo, a ordem é colocar a militância nas ruas. “Vamos para a rua com as propostas da Dilma e do Delcídio”, disse Cabo Almi. “Não vamos dar moleza aos adversários”, completou.

Os aliados de Delcídio ainda vão se empenhar para aumentar os votos nos 68 municípios onde o partido venceu e apostam em conquistar novos aliados. “As conversações ainda não terminaram, vocês terão boas notícias na quinta-feira, o trabalho vai se intensificar e a força da militância partidária vai fazer a diferença”, comentou Ayache.

Simone Tebet e Moka acompanharam a reunião.Simone Tebet e Moka acompanharam a reunião.
Marun ainda quer votar relatório da JBS antes de posse no ministério
Na véspera de ser empossado como ministro da Secretaria de Governo, o deputado Carlos Marun (PMDB-MS), relator da Comissão Parlamentar Mista de Inqué...
Senado aprova R$ 1,9 bi a estados para compensar desoneração de exportações
Após suspender a sessão do Congresso Nacional, o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), retomou os trabalhos do plenário da Casa com o obj...
Temer discutirá data de votação da reforma da Previdência nesta quinta
O anúncio do líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), de que a votação da proposta de reforma da Previdência ficará para fevereiro causou r...


Exmos. Srs. André e Simone
Vocês são absolutamente livres assim como eu, enfim, todos nós.
Mas se usarem esta liberdade para apoiar o Delcídio, vão me frustrar, e isto significa que não vou acompanhá-los, bem como, muitos cristãos de MS.
PT não! Repito: PT não!
Espero ter ajudado!
 
Trapp em 08/10/2014 10:45:26
Ao chegar em Campo Grande em 1998, comecei a admirar a figura publica do prefeito ANDRE PUCCINELLI, passei todos estes anos, elogiando e acompanhando suas obras e sua postura de Homem Publico, trabalhador, honesto.. etc...
Admirava o senador DELCÍDIO , mas apos os indicio, e compra por parte do PT de todas as revistas que o mencionavam, mudei de idéia...
Agora o Governador, apoia uma pessoa que provavelmente esteja envolvido na maior robalheira do pais é demais para minha cabeça..... E ainda querem incriminar outros candidatos...
É verdade até agora o Delcídio não foi indiciado, usará o cargo para se proteger e os 5 milhoes ????
 
leonina em 08/10/2014 10:23:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions