A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Agosto de 2017

14/08/2014 15:56

Delcídio quer fortalecer apoio técnico à produção rural do Estado

Ludyney Moura
Delcídio também prometeu reestruturar a Seprotur. (Foto: Divulgação)Delcídio também prometeu reestruturar a Seprotur. (Foto: Divulgação)

Fortalecer os mecanismos de defesa sanitária e ampliar o apoio técnico e financeiro para alavancar e consolidar a produção rural no Estado, são propostas de campanha apresentadas pelo candidato do PT ao governo estadual, senador Delcídio do Amaral. O petista também promete valorizar os servidores de órgãos como Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal) e Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural) .

“Defesa sanitária e extensão rural são fundamentais, não só para Mato Grosso do Sul, mas todo o Brasil. Eu venho de empresas onde a prioridade é a tecnologia e o conhecimento. Por isso, em meu governo, todos os órgãos que trabalham com pesquisa e extensão terão atenção especial. Vamos zelar para que eles disponham de infraestrutura, insumos e equipamentos de ponta para cumprir com excelência suas funções e, principalmente, valorizar os servidores com salários atraentes , um plano de carreira ágil e centrado na meritocracia, além de condições de trabalho adequadas”, declarou o candidato.

Durante agenda de campanha com profissionais que atuam no setor de defesa sanitária e produção rural, o candidato petista argumentou a necessidade de políticas efetivas para o setor. “Venho de uma família de produtores rurais que há dezenas de anos trabalha duro com pecuária no Pantanal. Sei da importância de manter o nosso gado protegido contra todas as doenças e da necessidade de recuperar 9 milhões de hectares de pastagens, o que vai permitir dobrar o desfrute do nosso rebanho bovino”, disse.

Delcídio também prometeu fortalecer o apoio técnico, científico e financeiro aos pequenos produtores, assentados e agricultores familiares. “São 74 mil famílias que precisam de assistência técnica e o apoio do estado para ampliar a produção de leite, hortaliças e frutas, entre outros produtos que têm bom rendimento em áreas pequenas”, pontuou.

Por fim, o petista revelou que pretende promover uma reestruturação na Seprotur (Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo), que, para o senador, está sobrecarregada. “Vamos rever isso, objetivar o papel de cada setor, para que cada um cumpra com agilidade e competência suas funções. As atividades estratégicas têm que ser acompanhadas com mãos de ferro pelos governantes”, finalizou o candidato.

Juiz Sérgio Moro nega suspensão de segundo interrogatório de Lula
O juiz federal Sérgio Moro negou nesta sexta-feira, 18, o pedido da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para adiar seu interrogatório m...
Cármen Lúcia determina que tribunais divulguem salários de magistrados
A ministra Carmen Lúcia, presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) e do CNJ (Conselho Nacional de Justiça), assinou nesta sexta (18) uma portaria ...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions